Formula-E: Lucas di Grassi vence no México

O brasileiro Lucas di Grassi (Abt Audi) venceu no sábado (01/04), o e-Prix da Cidade do México, Autódromo Hermanos Rodriguez, quarta etapa da temporada 2016/2017. O francês Jean-Éric Vergne (Techeetah) e o britânico Sam Bird (DS Virgin) completaram o pódio.

Di Grassi fez uma excepcional prova. Depois de ter problemas durante o treino classificatório, e alinhar apenas na 15 posição, o brasileiro levou um toque do francês Stephane Sarrazin (Venturi)  logo na largada. Com a asa traseira quebrada, Di Grassi foi para os boxes, trocar a peça. Retornando na última posição.

Na 13ª volta, o britânico Oliver Turvey (NextEV), que alinhou na pole e liderava desde a largada, teve um problema elétrico e ficou parado na pista, abandonando.

Aproveitando o Safety-Car provocado por Turvey, Di Grassi antecipou a sua parada, foi para os boxes na 18ª volta, trocar de carro.  Com os demais pilotos entrando para a troca de carro, di Grassi assumiu a ponta, seguido pelo belga Jérôme d’Ambrosio (Dragon), que também parou na 18ª volta. Di Grassi tinha cerca de 30 segundos de vantagem sobre o restante do pelotão.

A vantagem do brasileiro acabou quando o francês Loïc Duval[ (Dragon) parou o meio da pista. Acionando a segunda amarela. Na relargada di Grassi manteve a ponta.

Com d’Ambrosio passando a segurar o pelotão, o piloto da Abt foi abrindo vantagem, conseguindo economizar energia.    

Vergne passou D’Ambrosio, que sem energia foi perdendo posições. Mas o ex-piloto da Toro Rosso na F-1 não conseguiu chegar no brasileiro. Que venceu com 1s966 de vantagem. Bird fechou o pódio.

Formula-E: Lucas di Grassi vence no México

O neozelandês Mitch Evans (Jaguar) terminou em quarto (melhor resultado da Jaguar até aqui), seguido pelo francês Nicolas Prost (Renault e.dams) e o argentino José María López (DS Virgin).

O alemão Daniel Abt (Abt Audi), que marcou a pole, mas foi punido, devido uma irregularidade em seu carro e caiu para o final do grid, foi o sétimo.

O britânico Adam Carroll (Jaguar), o brasileiro Nelsinho Piquet (NextEV) e o estreante mexicano Esteban Gutierrez (Techeetah) fecharam a zona de pontos.

Líder do campeonato, o suíço Sébastien Buemi (Renault e.dams) terminou na 14 posição. O suíço rodou na cura um, nas voltas finais.

Buemi lidera o campeonato com 76 pontos, cinco a mais do que di Grassi. Prost é o terceiro com 46.

A próxima etapa acontece em Mônaco, no dia 13 de maio.

Formula-E: Lucas di Grassi vence no México

Final:

1 – Lucas Di Grassi (ABT Schaeffler FE02) – Abt Audi – 45 voltas

2 – Jean-Eric Vergne (Renault Z.E. 16) – Techeetah – 1”966
3 – Sam Bird (DS Virgin DSV-02) – DS Virgin – 5”480
4 – Mitch Evans (Jaguar I-Type 1) – Jaguar – 9”770
5 – Nicolas Prost (Renault Z.E. 16) – Renault e.dams – 9”956
6 – Jose Maria Lopez (DS Virgin DSV-02) – DS Virgin – 10”631
7 – Daniel Abt (ABT Schaeffler FE02) – Abt Audi – 11”694
8 – Adam Carroll (Jaguar I-Type 1) – Jaguar – 13”722
9 – Nelson Piquet Jr (NextEV TCR Formula 002) – NextEV – 14”156
10 – Esteban Gutierrez (Renault Z.E. 16) – Techeetah – 15”717
11 – Robin Frijns (Andretti ATEC-02) – Andretti – 21”459
12 – Nick Heidfeld (Mahindra M3Electro) – Mahindra – 27”232
13 – Jerome D’Ambrosio (Penske 701-EV) – Dragon – 32”646
14 – Sebastien Buemi (Renault Z.E. 16) – Renault e.dams – 1’01”365
15 – Stephane Sarrazin (Venturi VM200-FE-02) – Venturi – 1 volta
16 – Felix Rosenqvist (Mahindra M3Electro) – Mahindra – 2 voltas
17 – Maro Engel (Venturi VM200-FE-02) – Venturi – 7 voltas

Volta mais rápida: Sebastien Buemi – 1’03”102

Abandonos:

Antonio Felix da Costa (Andretti ATEC-02) – Andretti – 33 voltas
Loic Duval (Penske 701-EV) – Dragon – 26 voltas
Oliver Turvey (NextEV TCR Formula 002) – NextEV – 13 voltas

Campeonato:

1.Buemi 76; 2.Di Grassi 71; 3.Prost 46; 4.Vergne 40; 5.Bird 33.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *