F1: Em crise, Renault admite rever investimento na categoria

Queda de rendimento neste ano, mesmo depois de contratar, a peso de ouro, Daniel Ricciardo; a não-renovação do contrato com a McLaren, última cliente de fornecimento de motores que ainda restava; a prisão do CEO Carlos Ghosn e a queda dos lucros mundiais; e, para piorar a desclassificação do GP do Japão por uma irregularidade técnica.

Ler mais