100 Milhas Piracicaba: Prova tem novo bicampeão

Prova foi disputada neste domingo no ECPA e consagrou Marcelo Camacho

Apesar de estarmos em pleno inverno, o sol brilhou forte durante todo o fim de semana no ECPA (Esporte Clube Piracicabano de Automobilismo), principalmente no domingo (4), quando foi disputada a 24ª edição das 100 Milhas Piracicaba. Porém, o calor intenso e o ar seco que tomou conta do autódromo não desanimaram os 32 participantes da tradicional corrida que tiveram que enfrentar 160 quilômetros de percurso no traçado de 2.100 metros.

 

Com a vitória de uma dupla formada por um paulistano e outro piloto de Sertãozinho/SP, a 24ª 100 Milhas marcou o bicampeonato de um deles, Marcelo Camacho já havia vencido em 2012, porém seu parceiro era outro, mas na mesma equipe Phoenix. A bordo do Corsa numeral 92, o agora bicampeão dividiu o volante com o piloto Lamartine Pinotti, completando as 78 voltas em uma hora e 46 minutos.

 

“Vencer duas vezes, ainda mais seguidamente, tem um gostinho muito especial. Mas, na verdade, posso me considerar tricampeão em Piracicaba, pois já venci aqui no ECPA uma prova de 60 milhas”, afirmou Camacho, esbanjando felicidade ao lembrar-se de uma prova preliminar conquistada por ele no ano de 2009.

 

Muito emocionado, Pinotti preferiu lembrar a chefe da equipe Phoenix, Eliana Piccolo, que faleceu na quarta-feira. “Nunca havia corrido essa prova e vim para Piracicaba com o único propósito de vencer. Prometi para mim mesmo, em homenagem a Eliana que era uma pessoa que admirava muito”, disse entre lágrimas.

 

Mesmo desfalcada de sua chefa, a Phoenix Competições veio para a prova realmente disposta a brigar pela vitória nesta que é uma das mais tradicionais corridas brasileira. Tanto que a equipe contou com a presença de dez pilotos, divididos em cinco carros, e conquistou ainda o segundo lugar com outra dupla de São Paulo, formada por Alexandre Nunes e Luis Piccolo, o viúvo de Eliana.

 

Completaram o pódio, as duplas de Piracicaba Jose Torim e Carlos Zilio, que largaram em décimo quinto, para fechar a prova na quarta posição; seguidos por Alexandre Barbosa e Adilson Gorga. Na quinta posição chegou o piloto de Araraquara, Paulo Held.

 

Tubular

Entre as gaiolas tubulares, o veterano Dito Giannetti ficou em primeiro, quatro voltas a frente do segundo, Odair Possa D’Água. “Fazer a 100 Milhas acontecer e ainda participar competindo, são duas coisas que estou predestinado a continuar fazendo, enquanto puder”, afirmou o maior vencedor da prova. Tanto que Giannetti já faz planos para a próxima edição, quando a corrida completa seu jubileu de prata. “Ainda é segredo, mas já temos algumas ideias do que iremos promover em 2014, quando a 100 Milhas Piracicaba fará 25 anos”, afirmou.

 

Segundo colocado na categoria Tubular, Possa D’Água afirmou que mais do que vencer, melhor é correr pelo prazer de competir. “Participar das 100 Milhas, prestigiando um grande amigo como Dito Giannetti, é indescritível”.

 

Confira o resultado da prova

1ª Marcelo Camacho e Lamartine Pinotti

2ª Alexandre Nunes e Luis Piccolo

3ª Jose Torim e Carlos Zilio

4ª Alexandre Barbosa e Adilson Gorga

5ª Paulo Held

6ª Rodrigo Tavares e Adriano Nunes

7ª Eder Carlos e Luiz Carlos

8ª Cassiano Rodrigues

9ª Luiz Augusto Alves

10ª João Morais e Neto Datti

11ª Marcio Cassorla, Marcio Ferreiro e Milton Nicolau

12ª Rinaldo Palace e Neimar Barbosa

13ª Fábio Lisboa

14ª Ricardo Pinto e Sandro Maciel

15ª Edson Paes e Bruno Paes

16ª Rodrigo Stefanini e Felipe Giannetti

17ª Gustavo Favoretto e Airton Favoretto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *