24 Horas de Daytona: Quatro equipes defendem a Audi nas 24 Horas de Daytona

• Prova será disputada nos dias 25 e 26 de janeiro nos Estados Unidos e marca a estreia da versão GTD do Audi R8 LMS • Romolo Liebchen: “Demanda nos Estados Unidos aumentou significativamente”

Uma nova fase do automobilismo norte-americano começará no último fim de semana de janeiro, exatamente um ano após a dobradinha da Audi na classe GT das 24 Horas de Daytona. A 52ª edição da corrida de endurance clássida da Flórida será a primeira prova do novo campeonato Tudor United Sportscar Championship (TUSCC) e cinco Audi R8 LMS vão largar na mais competitiva das categorias em disputa.

Os dias 25 e 26 de janeiro são esperados com grande expectativa pelos fãs de automobilismo nos Estados Unidos, já que marcam a união entre a American Le Mans Series e a GRAND-AM em um único campeonato – que vai reunir os mais importantes fabricantes, pilotos e equipes. A dimensão deste novo campeonato se dá pelos 70 carros inscritos – entre protótipos e GTs – para a rodada de abertura, em Daytona. A classe GTD (GT Daytona), para carros baseado em modelos de produção e na qual compete o Audi R8 LMS, conta com o maior contingente de inscritos.

Por lá, as equipes clientes da Audi Sport desenvolveram uma versão GTD, a partir do modelo GT3 do Audi R8 LMS, que vai estrear nas 24 Horas. Como em sua versão anterior, o carro GTD carrega genes esportivos do R8 produzido para as ruas. Ao menos 50% da tecnologia é usada pelas duas versões. O chassi em alumínio, o motor V10 – que requer intervalos de manutenção de 20 mil quilômetros – e o sofisticado sistema de suspensão são alguns exemplos vistos, tanto no GTD, quanto no modelo de rua.

“Corremos em Daytona no ano passado para evidenciar as qualidades do R8”, disse Romolo Liebchen, chefe da divisão de equipes-clientes da Audi Sport. “O resultado não poderia ter sido melhor: ficamos em primeiro e segundo na classe GT. Desde então, a demanda nos Estados Unidos aumentou significativamente. Estamos encantados em ter quatro times usando os Audi R8 LMS na abertura do TUSCC. Especialmente por serem quatro times de ótima reputação nos Estados Unidos. Estamos ansiosos para ver como será o desempenho deles durante a temporada”.

Na abertura da temporada, em Daytona, a Audi Sport vai apoiar os times norte-americanos tanto tecnicamente, como cedendo seus pilotos. Esta será uma das quatro principais provas da temporada – junto das 12 Horas de Dayotna, 6 Horas de Watkins Glen e a “Petit Le Mans”, em Road Atlanta. Marc Basseng (ALE) e Frank Strippler (ALE) vão correr pela GMG Racing; Filipe Albuquerque (POR) e Markus Winkelhock (ALE) serão os pilotos da Flying Lizard Motorsport; Oliver Jarvis (ING) fará parte da Fall-Line Motorsports, Christopher Haase (ALE) e René Rast (ALE) competirão pela Paul Miller Racing.

A forte presença do Audi R8 LMS na classe GTD do TUSCC, que tem seis fabricantes disputando diretamente, reflete o crescimento da Audi nos Estados Unidos. Com mais de 150.000 entregas, a marca das quatro argolas registrou uma alta de mais de 10% no mercado norte-americano, onde o modelo Audi Q5 é especialmente popular.

A largada para as 24 Horas de Daytona será dada no sábado, dia 25 de janeiro, às 14h30 locais – 11h30 no horário de Brasília. Confira quais serão os Audi no grid da prova:

Audi R8 LMS #32 (GMG Racing)
Marc Basseng (ALE), Frank Stippler (ALE), James Sofronas (EUA), Alex Welch (EUA)

Audi R8 LMS #35 (Flying Lizard Motorsports)
Filipe Albuquerque (POR), Seth Neimann (EUA), Alessandro Latif (ITA), Dion von Moltke (EUA)

Audi R8 LMS #45 (Flying Lizard Motorsports)
Nelson Canache Jr. (VEN), Tim Pappas (EUA), Spencer Pumpelly (EUA), Markus Winkelhock (ALE)

Audi R8 LMS #46 (Fall-Line Motorsports)
Charles Espenlaub (EUA), Oliver Jarvis (ING), Charlie Putman (EUA), James Walker (ING)

Audi R8 LMS #48 (Paul Miller Racing)
Matt Bell (ING), Christopher Haase (ALE), Bryce Miller (EUA), René Rast (ALE)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *