24 Horas de Le Mans: Senna comemora 2º lugar nas 24 Horas de Le Mans

Brasileiro faz a melhor volta e trio da Rebellion frustra dobradinha da Toyota

Superar as Toyota sempre pareceu um desafio acima das possibilidades da equipe, mas Bruno Senna e seus companheiros – o francês Norman Nato e o norte-americano Gustavo Menezes – conquistaram neste domingo um resultado mais do que expressivo ao concluir na segunda posição as 24 Horas de Le Mans, sétima e penúltima etapa da temporada 2019/2020 do Campeonato Mundial de Endurance – FIA WEC. A vitória ficou com o trio da fábrica japonesa formado por Kamui Nakajima, Sébastien Buemi e Brendon Hartley, que completou a prova depois de 387 voltas.

 

Bruno e parceiros desempenharam um papel mais do que digno na despedida da Rebellion do automobilismo. O brasileiro, escalado para a largada no sábado por sua experiência, não apenas acompanhou o ritmo das Toyota no primeiro turno de pilotagem como estabeleceu a volta mais rápida da corrida. Depois, quando os rivais começaram a tirar proveito da vantagem técnica no tráfego, a resistência da Rebellion aos poucos começou a ser dobrada.

 

Em sua melhor participação na oitava visita a um dos eventos esportivos mais importantes do mundo, Bruno não escondeu a satisfação com a subida ao pódio. “Estou contente. Foi um resultado muito positivo quando você considera que não tínhamos chance de lutar diretamente com a Toyota. A vantagem deles em termos de tecnologia é enorme. Então, bater uma delas em termos de confiabilidade e fazer nosso carro funcionar bem a corrida toda foi uma vitória muito importante para a equipe e para mim. Nas outras vezes em que vim a Le Mans sempre deu algum pepino, mas desta vez deu tudo certo e estou felizão”, comentou.

 

Bruno registrou o melhor tempo logo na quarta volta, quando tentava levar adiante o plano de não deixar as Toyota escapar e se manter próximo o maior tempo possível. “Não deu para acompanhar o ritmo deles o tempo inteiro, mas a pressão que colocamos ajudou a determinar o resultado da corrida. Sem dúvida, esta edição de Le Mans é uma das lembranças que vou guardar na minha memória das coisas boas”, concluiu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *