500 Milhas Granja Viana: Equipe de Felipe Massa vence as 500 Milhas da Granja Viana

Ferrarista dedica ao filho recém-nascido o terceiro título da prova.

Com direito a homenagem ao filho recém-nascido e ao lado dos parceiros Lucas di Grassi e Júlio Campos, Felipe Massa conquistou a 13ª edição das 500 Milhas da Granja Viana, prova realizada neste sábado no Kartódromo Internacional da Granja Viana, em Cotia (Grande São Paulo). Segundo colocado no grid, Massa tomou a ponta na largada, caiu para terceiro no início, mas logo em seguida recuperou uma liderança que o kart número 19 manteve praticamente até o final das 644 voltas. Em segundo lugar terminou a equipe formada por Leonardo Nienkotter, Ricardo Zonta, André Nicastro, Francesco Ventre, Eduardo Dieter e Guilherme Silva. Os octacampeões Rubens Barrichello e Tony Kanaan, acompanhados por Felipe Giaffone, Renato Russo e Osvaldo Negri, chegaram em terceiro.

Massa e companhia impuseram um domínio sem contestação ao longo de toda a corrida. A rigor, só deixaram de comandar a brigada de 55 karts na obrigatória parada mínima de 15 minutos. No mais, jamais foram ameaçados pelos concorrentes. “Acho que foi uma vitória merecida, porque lideramos praticamente desde a primeira curva. Montamos uma equipe que foi constante durante todo o tempo. O preparador Renato Marlia fez um trabalho notável e Di Grassi e o Julinho andaram muito bem, poupando o equipamento, sem colocar o kart sobre as zebras”, ressaltou.

Pouco antes de receber a bandeirada quadriculada, Felipe ficou de pé no kart e, ao melhor estilo Bebeto na Copa dos Estados Unidos em 1994, simulou o “nana-nenê” para homenagear o filho Felipinho, nascido na última segunda-feira. “Esse resultado é todo dele. Foi um gesto que planejei apenas nas voltas finais, porque quando a gente pensa nas coisas com muita antecedência geralmente elas não dão certo. Espero repeti-lo na Fórmula 1 em 2010”, continuou.

Massa está vivendo um desfecho de temporada que compensa os momentos de preocupação que passou depois do acidente em julho no GP da Hungria. “Fiquei um bom tempo afastado das pistas, apenas olhando as corridas pela televisão e sonhando com a volta. Tem sido um ótimo recomeço, com a vitória na segunda bateria do Desafio das Estrelas na semana passada e agora este resultado aqui na Granja Viana, uma prova longa e sempre bastante difícil”, comentou Massa, que aumentou para três o número de títulos na vencera na prova de longa duração, repetindo os feitos de 1997 e 2002.

Depois de uma intensa batalha, o segundo lugar ficou nas mãos da equipe Techspeed, que superou Barrichello e seus amigos por apenas nove segundos depois de quase 11 horas de competição. “Fizemos uma parada para reabastecimento não prevista nas últimas voltas e tememos perder a posição. Pelas nossas contas, voltaríamos atrás do Osvaldo Negri cerca de dois segundos. Mas o trabalho nos boxes foi tão eficiente que regressamos à pista oito segundos na frente deles”, explicou o catarinense Nienkotter. Segundo ele, o segredo do excelente rendimento do kart 45 foi o entrosamento e o ritmo semelhante de todos os seus pilotos. “Estamos andando juntos há anos e a diferença do mais veloz para o mais lento da equipe não passa de dois décimos. Além disso, priorizamos o acerto com pneus usados e a estratégia funcionou”, concluiu Nienkotter.

Os 10 melhores das 500 Milhas da Granja Viana:

1 – Felipe Massa, Lucas di Grassi e Júlio Campos, 644 voltas em 10h58min17s642
2 – Leonardo Nienkotter, Ricardo Zonta, André Nicastro, Francesco Ventre, Eduardo Dieter e Guilherme Silva, 642
3 – Rubens Barrichello, Tony Kanaan, Felipe Giaffone, Renato Russo e Osvaldo Negri, 642
4 – Nelsinho Stanisci, Jefferson Muccio, Sebe Malucelli, Alan Siedell, Allan Syrthes, Victor Calman e Arthur Guilherme, 640
5 – Onassis de Souza, Denis Dirani, Sérgio Jimenez e André Matinha, 639
6 – Vinicius de Souza, André Matinha e Fábio Orsolon, 639
7 – Luiz Cordeiro Filho, Yan Cunha e Igor Veras, 639
8 – Rodrigo Stephani, Yuri Alves, Fernando Carvalho e Joel Mendes Jr., 638
9 – Marcelo Monteiro, Marcelo Oliveira, Henrique Lambert e Jelson Teixeira, 637
10 – Felipes Apezzatto, Felipe Lapenna, Galid Osman, Victor Guerin e Dudu Massa, 636

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *