A1 GP: Tuka Rocha e Luiz Razia representam o Team Brasil na prova australiana

O paulista Tuka Rocha – titular – e o baiano Luiz Razia – reserva – serão os pilotos do Brasil no GP da Austrália, sétima etapa da temporada 2006/2007 da A1 GP.

 


O paulista Tuka Rocha – titular – e o baiano Luiz Razia – reserva – serão os pilotos do Brasil no GP da Austrália, sétima etapa da temporada 2006/2007 da A1 GP.


O paulista de 24 anos foi reserva de Raphael Matos na última etapa, realizada dia 21 de janeiro em Taupo, e seguiu diretamente da Nova Zelândia para Sydney, Austrália, onde se recupera de uma fratura no tornozelo esquerdo sofrida durante o período de férias, no Brasil.


“Embora ainda esteja andando de muletas, estou usando uma bota de fibra de carbono especialmente moldada para o meu pé e inicialmente fui liberado pelo diretor médico da A1 GP para correr. O pé esquerdo é o que eu uso menos e não haverá problema”, disse Tuka Rocha.


O baiano de 17 anos impressionou Emerson Fittipaldi e Fernando Paiva, dirigentes da equipe brasileira, não só por ter sido campeão da Fórmula 3 Sul-Americana em 2006, mas pelos testes que fez na GP 2 e na World Series.


Por estar em São Paulo negociando a transmissão da A1 GP para o Brasil com uma rede de TV aberta – atualmente a categoria tem transmissão dos canais FX e Speed, da FOX –, Emerson Fittipaldi não deverá viajar para a Austrália, mas participou do processo de escolha de Razia. “Dentro do nosso objetivo de dar oportunidades aos novos talentos do automobilismo brasileiro, observamos vários pilotos, e o Razia nos impressionou muito”, disse o bicampeão da Fórmula 1 (1972/1974).


Normalmente, na A1 GP, o piloto reserva participa do primeiro treino de sexta-feira, a chamada rookie session, que abre o fim-de-semana. Como Tuka Rocha tem direito de participar desta seção e precisa testar a sua bota de fibra de carbono, talvez Luiz Razia não chegue a pilotar o carro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *