A1GP: Brasil reage no fim, mas não marca pontos

O Brasil saiu sem pontos do primeiro fim-de-semana da temporada 2007/2008 da A1 GP. Ajudado pelo sol, que apareceu depois de dias de frio e chuva, um público calculado pela organização do evento em mais de 70 mil pessoas lotou as arquibancadas e as dunas que cercam o autódromo de Zandvoort, Holanda, localizado à beira do Mar do Norte. Na primeira corrida, a Sprint Race, com 12 voltas e largada lançada, Sérgio Jimenez largou em 12º e chegou em 13º lugar. Na segunda, a Feature Race, de 45 voltas e largada do grid, o piloto do Team Brasil largou em 13º e chegou em 11º, a uma posição e menos de meio segundo da zona de pontuação.

A primeira corrida foi vencida de ponta a ponta pelo sul-africano Adrian Zaugg, repetindo o feito alcançado na primeira corrida da temporada 2006/2007, também em Zandvoort. A França, com Loic Duval, e o time da casa, com Jeroen Bleekemolen, completaram o pódio.    


Na corrida principal, que teve um ritmo eletrizante, com muitas disputas de posições e belas ultrapassagens, Oliver Jarvis só teve alguma dificuldade no começo. O piloto da Grã-Bretanha largou em terceiro na quarta volta fez uma ultrapassagem espetacular sobre o alemão Christian Vietoris. Estava embutido no carro da África do Sul na volta 10, quando a líder parou para o primeiro pit stop obrigatório. Jarvis fez três voltas voadoras, parou na 13ª – quando o Brasil, que não parara, chegou a liderar – e voltou na frente de Zaugg. A partir daí a distância só aumentou.  Era de mais de cinco segundos na segunda parada, chegou a mais de dez e na bandeira quadriculada foi de 5.7s. Neel Jani, da Suíça, completou o pódio.


A Alemanha, atual campeã, foi a maior decepção do fim-de-semana ao não subir no pódio em nenhuma das corridas. A segunda etapa acontece entre os dias 12 e 14 de outubro, em Brno, República Tcheca.


           


Sérgio Jimenez: “Fiquei um pouco desapontado com os resultados da corrida principal, Minha largada foi muito boa, passei dois carros, algumas voltas depois passei um terceiro, e já estava em décimo,  que era uma boa posição naquele momento.  Infelizmente perdemos muito tempo no pit stop, o que nos custou posições. Então é algo em que temos que trabalhar e nos aprimorar. Depois do segundo pit o carro estava muito bom e voltei a ganhar posições. Vamos trabalhar duro para melhorar nossos dois pontos fracos deste primeiro fim-de-semana, o acerto de classificação e os pit stop, e tenho a convicção de que na próxima corrida estaremos na zna de pontos.”


Emerson Fittipaldi: “Estou feliz pela forma como o carro estava andando no último segmento da corrida,quando o  Sérgio foi tão rápido quanto os líderes. Mas fomos mal no pit stop e temos que treinar mais. Este foi, na minha opinião, o melhor evento da A1 GP:uma torcida enorme e que incentivou seu piloto o tempo todo, bom tempo e uma corrida excelente. É incrível constatar a evolução da categoria temporada a temporada.”


 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *