A1GP: Fittipaldi vê Bruno Junqueira brigando pela vitória no México

Emerson Fittipaldi tem motivos para encarar sua maratona de compromissos com um sorriso nos lábios. Esta semana o bicampeão da Fórmula 1 (1972/74) e campeão da Fórmula Indy (1989) foi na fábrica que produz o Corvette, em Bowling Green, Kentucky, conhecer o carro que guiará em maio na abertura das 500 Milhas de Indianápolis, prova que já venceu duas vezes (1989 e 1993). De lá, o diretor técnico do Team Brasil na A1 GP fez um pit stop em Miami e está seguindo para a Cidade do México, onde a Copa do Mundo de Automobilismo disputa nesse fim-de-semana a oitava etapa da temporada 2007/2008.

Bruno Junqueira volta a ser o piloto do Brasil, o que deixa Fittipaldi otimista: “Ano passado o classificou bem no México (7º), e o carro era muito menos competitivo que hoje. Nosso time melhorou muito, e conseqüentemente temos um carro mais acertado, e o Bruno demonstrou na última corrida, em  Durban (África do Sul) que tem capacidade para andar entre os primeiros. Ele classificou a apenas 18 milésimos de segundo da pole position, conhece esta pista do México muito bem, gosta dela, e acredito firmemente que brigaremos pela vitória. Ainda não transformamos em pontos nosso desenvolvimento na temporada, e estas últimas corrida serão muito importantes para fazer isto.”


Fittipaldi também elogiou o jovem Felipe Guimarães, de apenas 16 anos, que vai atuar como piloto reserva do Team Brasil na sessão de 50 minutos reservada aos calouros, que abre amanhã (sexta-feira) de manhã os trabalhos para o GP do México. “É um jovem muito talentoso, sem sombra de dúvida. É muito legal para mim poder dar chance a esses meninos, botar um garoto de 16 anos para andar num carro de mais de 500 cavalos, acho que o Team Brasil está fazendo um trabalho muito interessante para o automobilismo brasileiro.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *