A1GP: Holanda lidera e Brasil fica no muro

A Holanda, que ocupa apenas a sétima colocação na temporada 2007/2008 da A1 GP, foi o time mais rápido hoje, no primeiro treino livre para o GP da África do Sul, que acontece domingo (dia 24) no circuito de rua de Durban. Em condições de muito calor e umidade, Jeroen Bleekemolen fez sua melhor volta em 1min18s738, mais de meio segundo acima do recorde para o circuito de 3,28 km, 1min18s178, estabelecido por Nelsinho Piquet na temporada 2005/2006.

Depois de um bom resultado na sessão de calouros, quando Xandinho Negrão, sem conhecer a pista e há 18 meses sem sentar no carro em que deu apenas 12 voltas, em Brno, no fim de 2006, fez o sexto tempo, o Brasil não teve chance de ir muito longe no primeiro treino livre: Bruno Junqueira bateu no muro e teve muito pouco tempo de pista, acabando na 12ª posição.


O acidente com o experiente piloto mineiro de 31 anos aconteceu quando ele estava em sua sexta volta, naquele momento ocupando a quarta posição. A roda traseira esquerda tocou o muro e jogou o carro para bater no outro lado da pista de rua, toda cercada por muros. O carro do Team Brasil não entrou mais na pista, mas volta inteiro para o próximo treino livre e para a classificação, que acontecem amanhã (sábado). Bruno Junqueira: “Não existe um momento bom para bater, mas certamente eu bati numa péssima hora. Passei bem pela curva nove e deixei o carro escorregar demais na dez, batendo no muro. Eu não senti que o carro vinha tão rápido. Estou particularmente desapontado porque estávamos muito velozes, mas agora vamos pensar no trabalho de amanhã, que tem que ser muito melhor”


Xandinho Negrão: “Este carro está bem melhor que aquele que eu pilotei há 18 meses. Melhorei volta a volta e gostei muito da experiência. É uma pista difícil, mas aprendi rápido e pude fazer tempos competitivos. Espero poder ajudar o time no resto do fim de semana”.


Emerson Fittipaldi, sócio e diretor técnico do Team Brasil: “O Xandinho fez um belo trabalho depois de estar afastado da A1 GP por tanto tempo. Mostrou que merece plenamente a chance que demos a ele. Estou muito frustrado com o que aconteceu com o Bruno porque precisávamos realmente de mais quilometragem, mas ele perdeu a traseira do carro e fica difícil corrigir. A boa notícia é que o Bruno conhece a pista, o carro está rápido e amanhã vamos tentar recuperar o tempo perdido e classificar bem, já que este tem sido nosso calcanhar de Aquiles na temporada”


Tempos:
1 Jeroen BLEEKEMOLEN Holanda 01:18.738 –
2 Michael AMMERMÜLLER Alemanha 01:19.051 0.313
3 Oliver JARVIS Grã Bretanha 01:19.207 0.469
4 Neel JANI Suiça 01:19.303 0.565
5 Jonathan SUMMERTON EUA 01:19.525 0.787
6 Adrian ZAUGG África do Sul 01:19.567 0.829
7 John MARTIN Austrália 01:19.579 0.841
8 Narain KARTHIKEYAN Índia 01:19.580 0.842
9 Filipe ALBUQUERQUE Portugal 01:19.626 0.888
10 Fairuz FAUZY Malásia 01:19.658 0.92
11 Jonny REID Nova Zelândia 01:19.765 1.027
12 Bruno JUNQUEIRA BRASIL 01:20.023 1.285
13 Adam KHAN Paquistão 01:20.058 1.32
14 Congfu CHENG China 01:20.058 1.32
15 Jonathan COCHET França 01:20.271 1.533
16 Adam CARROLL Irlanda 01:20.354 1.616
17 Robert WICKENS Canadá 01:20.990 2.252
18 Edoardo PISCOPO Itália 01:21.430 2.692
19 Satrio HERMANTO Indonésia 01:22.230 3.492
20 Khalil BESCHIR Líbano 01:22.469 3.731
21 Josef KRAL República Tcheca 01:22.727 3.989
22 David GARZA México

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *