AMIKA: Terceira etapa teve muitas disputas e solidariedade

Apesar das ameaças a chuva acabou não vindo e entre momentos de leves gotejos d´água e brilhos de sol a pista permaneceu seca e escorregadia em virtude do frio que castigou quem passou o dia trabalhando no evento e não deu trégua aos pneus, que por sua vez acabavam traindo alguns pilotos durante as primeiras voltas.

Pela primeira vez no ano a AMIKA fez a sua chamada social, iniciativa que vem sendo adotada pela associação desde o começo de suas atividades em 2002. A mesma bela prática é também realizada por outros clubes de indoor formando uma linda corrente de solidariedade do kart amador de aluguel em prol de pessoas necessitadas e carentes dos mais variados itens de necessidade vital.


A chamada social desta vez foi para arrecadar alimentos e produtos de higiene que foram todos doados ao Centro Espírita Casa de Fabiano e que atende mais de 2000 pessoas produzindo 300 litros de sopa diários além de manter uma escola de crianças carentes e exercer diversas outras atividades sociais.


Com esse panorama de clima frio e corações aquecidos as disputas começaram a ficar acirradas e a cada prova se tem a consciência de que um único ponto pode fazer toda diferença no final do ano em virtude do equilíbrio entre os pilotos e a vontade de estar sempre à frente.


Pela terceira vez seguida no ano a Copa AMIKA registrou um índice baixíssimo de advertências e bandeiras de stop and go. A primeira bandeira de advertência só foi apresentada na quarta bateria do dia sendo esta a primeira de apenas 6 ao longo do evento. Apenas dois pilotos precisaram parar nos boxes para cumprir penalização. Num certame que está beirando 230 pilotos é admirável e digno de elogios o nível de fair play dos participantes. “o pessoal está se comportando muito bem, são verdadeiros gentlemen” comentou o Diretor de Provas da AMIKA, Silvio C. Santos ao rádio durante a realização de uma das provas.


Com a chegada da terceira etapa do ano as categorias começam a se utilizar dos descartes mas ainda é cedo para se falar neste recurso e para fins jornalísticos o melhor a se fazer é observar a performance dos pilotos na classificação total sem considerar os piores resultados.


Os “tios” da Senior estão conseguindo se tornar a grande sensação do certame, não ao ponto de tirar o charme e encanto das Amiketes da Categoria Feminina, mas são dignos de aplausos a performance e o entusiasmo destes pilotos recordistas em grids cheios tendo registrado sempre entre 18 e 20 karts alinhados e que vem se alternando com 3 vencedores diferentes em 3 provas disputadas.


Desta vez foi Gilberto Gallucci, reconhecido pela própria organização da AMIKA como o idealizador da Categoria Senior, que subiu no topo do pódio e ainda com direito a pole e volta mais rápida. Mesmo assim a categoria ainda tem Roberto Caccuri como líder seguido por Miguel Castro e o surpreendente José Andrade empatados na segunda colocação.


Com a ausência do favorito Paulo Castanheira que cumpriu suspensão, a categoria Pesados ficou nas mãos de outro grande favorito, José de Andrade, que fez a lição de casa direitinho e cravou sua segunda vitória consecutiva no certame largando na pole. Palmas à excepcional performance de Rodolfo Sini que andou muito bem e cravou a melhor volta da prova. Com isso Zé de Andrade assumiu a ponta da tabela com muita folga para o segundo colocado Salvador Rivelles tendo logo atrás a grata surpresa de Alexandre Salgado registrando uma sensível melhora em seus últimos resultados.


As sempre alegres Amiketes foram novamente a grande sensação do dia. É realmente surpreendente como as muretas, arquibancadas e qualquer espaço que possa servir para assistir a corrida, ficam lotados quando as charmosas moças vão para a pista desfilar não apenas o seu encanto feminino mas também sua competência ao volante que vai a cada mês melhorando mais.


A jovem estreante Paola Tena de apenas 14 anos e a sempre rápida Estela Gallucci davam a impressão de que poderiam interromper a série de vitórias de Mariana Christofoletti, franca favorita ao título da categoria Feminina já que Estella conquistara a pole com Paola ocupando a segunda colocação, uma primeira fila inédita no ano. Mas não foi desta vez e largando em terceiro Mariana fez outra prova irrepreensível cruzando a linha na primeira colocação e vencendo pela terceira vez consecutiva. Paola liderou durante um bom tempo mas após ser ultrapassada e com a segunda colocação praticamente assegurada recebeu a acertadíssima e responsável sinalização de stop and go para que fosse ao box arrumar o cabelo que se soltou da balaclava e colocava em risco sua integridade física. Com isso Estela cruzou na segunda posição seguida por Fernanda França que voltou a andar forte.


Destaque para Dariane Castanheira que fazia uma prova perfeita e seguia rumo ao seu primeiro pódio quando ocupava a sexta colocação e perdeu a roda traseira esquerda a poucas voltas do final. Mesmo assim voltou a pé, pegou outro kart e retornou à pista mostrando que o importante é competir e se divertir.


Mariana disparou na liderança isolada com Estela Gallucci na folgada vice-liderança dando a clara impressão que a briga boa ficará para as posições intermediárias. Mesmo com o mau resultado na prova (7°), Sandra Cappuccio se mantém na terceira colocação da tábua seguida de muito perto por Fernanda França, Talita Nogueira e Patrícia Rejanne. Lúcia Melo, Ana Mesquita e Monaliza Pinazo estão vivíssimas na briga pelo top 5 da categoria, isso sem esquecer da ótima estréia da pequena Paola que já mostrou que vai dar trabalho.


Na Categoria Principal o nome da vez é Peterson Nakamura que estreou no fim do ano passado na AMIKA e em três provas deste ano venceu todas se tornando um dos mais fortes candidatos ao título do ano. Diogo Souza que venceu suas duas primeira corridas desta vez amargou uma quinta colocação que o derrubou da liderança mesmo sendo ainda outro grande favorito. O atual campeão Maurício Pereira voltou a vencer e confirmou que está na briga pelo bi-campeonato. Já para o tri-campeão da Copa AMIKA, João Vasconcellos, a maré não é das melhores e pela segunda vez consecutiva ficou de fora do pódio se afastando ainda mais da briga pelo tetra-campeonato.


Dentre as equipes a C&C Racing é novata em sua formação mas formada pelos veteranos Alberto Costoya e Miguel Castro já está liderando o certame mostrando que pode desbancar as favoritas. Logo em seguida a atual campeã Ton Kart briga pelo bi-campeonato seguida de perto por outra candidata ao seu segundo título, a forte Hispeed. Com o mau resultado de seus pilotos a GD Racing despencou da liderança para a quinta colocação e a AMIKA Racing 09 cresceu e ocupa a o quarto posto da tábua.


Na ordem das baterias do dia os vencedores foram Selmo Benelli, Alexander Paul  Martins, Maurício Pereira, Peterson Nakamura, o estreante Juliano Borim, Alex Grigoletto, Rafael Olivares, Márcio Battistin, Miguel Castro e Bruno Bariani.


Apenas uma ocorrência foi registrada dentro da pista com mais uma exemplar intervenção da JP Salva em conjunto com o competente socorrista do kartódromo (elogiado pelos próprios funcionários da empresa de emergências médicas). Fábio Aranda, numa atitude que foi considerada mais tarde pela organização do campeonato como sendo irresponsável e inconseqüente, foi para a pista sentindo dores nas costas e ao ser tocado por outro kart começou a passar mal e precisou parar para ser atendido. Levado ao hospital São Luiz do Morumbi não foi constatado nada de grave mas deverá permanecer em repouso. Por telefone Fábio reconheceu que não deveria ter se arriscado. “É paixão por esse esporte” afirmou o piloto que deverá apresentar um atestado médico à organização da AMIKA para ser liberado a correr na terceira etapa do Clube AMIKA ainda este mês.


Para quem acha que as emoções de maio terminaram é bom tomar fôlego pois dia 19 tem a estréia da charmosa Taça AMIKA da Amizade que já lotou as vagas e tem até fila de espera. Fechando o mês, no dia 20 tem a terceira etapa do Clube AMIKA, o desafio dos veteranos e que vem crescendo a cada etapa.


A próxima etapa da Copa AMIKA está agendada para o dia 11 de junho no kartódromo Granja Viana e agora falta pouco para definir quem vai pra Master e quem vai pra Light na Categoria Principal além de esquentar ainda mais a briga dos “tios”, dos “gordinhos” e das charmosas Amiketes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *