Antonella Bassani está entre as 4 finalistas na Seletiva da FIA e Academia Ferrari

Após atividades com o F4 em Paul Ricard, catarinense de 14 anos está entre as quatro meninas que disputam vaga na Formula 4 Italiana pelo time oficial de jovens pilotos da montadora

Após três etapas completadas na seletiva FIA Girls On Track – Rising Stars, a brasileira Antonella Bassani está classificada para a final do programa, promovido pela Federação Internacional de Automobilismo, que dará à vencedora uma vaga na F4 Italiana, representando a Academia de Pilotos da Ferrari.

A terceira e penúltima etapa da seletiva foi encerrada na última quarta-feira (4), com sessões de classificação e simulação de corrida a bordo de um Formula 4, no circuito de Paul Ricard, na França.

“Foi tudo muito novo para mim. Segunda vez que dirigi um carro de Fórmula, então precisei me adaptar bem rápido. O nível das competidoras é bem alto, foi um grande desafio, então estou muito feliz e motivada por ter sido selecionada”, disse a catarinense de 14 anos, natural de Concórdia. “Estou ansiosa e me preparando muito para a fase final. Não imaginava chegar tão longe, mas estou confiante, e dando o meu melhor a cada uma das atividades”, completou Totti. 

Escolhida entre mais de 70 inscritas do mundo todo, Antonella participou da primeira fase presencial, que reuniu 20 meninas em Paul Ricard. Ao fim de uma semana de atividades, ainda utilizando o kart nas pistas, ela foi selecionada para o grupo de 8 garotas que integrou o Training Camp 2, na qual elas foram avaliadas também num carro de Formula 4, e da onde saíram as quatro finalistas. Além de Antonella (14 anos), estão classificadas a também brasileira Julia Ayoub (15), a francesa Doriane Pin (16) e a holandesa/belga Maya Weug (16).

A grande final do programa acontece na sede da Ferrari, em Maranello, Itália, onde as selecionadas serão testadas em treinos na pista de Fiorano, também com o carro da Formula 4. Iniciando na próxima segunda-feira (9), também serão feitos testes físicos, mentais, sessões de simulador e entrevistas com as candidatas.

Nesta última fase, as avaliações serão diretamente com a equipe de técnicos e engenheiros da Ferrari. A Academia de Pilotos da Ferrari é uma das mais fortes do mundo e tem como objetivo formar pilotos, desde as categorias de base, para atuar na F1. No atual grid da Fórmula 1, o monegasco Charles Leclerc, da Ferrari, e o italiano Antonio Giovinazzi, da Alfa Romeo, tiveram passagem pelo programa.

Além dos dois representantes na categoria máxima do automobilismo, são nomes de destaque da Academia o alemão Mick Schumacher, filho do heptacampeão Michael Schumacher e atual líder da Fórmula 2, o irmão de Charles e atual líder da F4 Italiana, Arthur Leclerc, e os brasileiros Enzo Fittipaldi e Gianluca Petecof.

Sobre o programa

A seletiva FIA Girls On Track – Rising Stars é uma iniciativa do comitê Women In Motorsport. Chefiado pela ex-piloto de rali, Michele Moutón, se movimenta para facilitar a inclusão de mulheres na prática do automobilismo profissional.

Juntamente com o programa, o comitê também proporcionou a disputa de um trio exclusivamente formado por mulheres nas 24 Horas de Le Mans deste ano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *