Arena Cross: Wellington Garcia e Swian Zanoni prometem disputa acirrada em Monte Alto

Prova promete ser uma das mais disputadas da temporada.

Se na temporada passada Wellington Garcia (PR) não teve moleza na categoria MX2, quando terminou em segundo lugar, este ano a situação não parece ser diferente. Mudam os atores, mas o roteiro é o mesmo, com muita competitividade e disputas emocionantes. Desta vez, o adversário não é Leandro Silva (PR), que foi campeão, subiu para a MX1 e faz bonito liderando até aqui a competição.

Quem promete dar trabalho e tentar acabar com um possível favoritismo de Garcia é um carioca de Niterói, que já mostrou que não está para brincadeira. O seu nome é Swian Zanoni. Na segunda etapa, em Rio das Ostras (RJ), Welington levou a melhor somando 41 pontos contra 32 do colega. No campeonato, a vantagem também é do paranaense, 62 a 43.

Mas, o próprio Wellinton coloca Zanoni, junto com Marcello Ferreira Lima (SP), o Ratinho, como alguns de seus principais adversários na briga pelo título. “Esse ano não tem o Leandro, mas tem o Swian que melhorou bastante e o Ratinho que entrou agora e promete dar trabalho”, garante. Ele explica que a etapa de Monte Alto, nos dias 4 e 5 de maio, promete ser ainda mais disputada. “Vai ser uma briga ainda melhor, mas tenho trabalhado bastante e espero continuar vencendo”, afirma.

O paranaense conta que a corrida de Rio das Ostras (RJ) não foi tão fácil como parece, “Não tive uma boa largada na primeira bateria, levei um tombo, mas acabei me recuperando. Na segunda bateria tive uma disputa bem legal com o Swian. Foi uma disputa limpa, o público gostou bastante e isso que ele quer ver. Tomara que tenha isso em todas as etapas”, prevê.

Wellington diz que a participação dos locutores Fernando Vanucci e Zezito dão uma emoção ainda maior na prova. “Os locutores são muito bons, eles envolvem o público e fazem a galera participar. Isso ajuda muito os pilotos que vão crescendo com o incentivo”, afirma o líder da temporada. Ele acredita que a prova de Monte Alto tem tudo para ser ainda melhor. “Já me surpreendi em Rio das Ostras com o público e tenho certeza que vai ser ainda melhor”, acredita. Wellington Garcia explica que os bons resultados até aqui se devem, principalmente, a sua preparação. “Fiz uma boa pré-temporada, treinando em quase todo tipo de terreno e isso tem sido o diferencial, pois estou tendo mais chances de brigar pelas vitórias”, justifica.

Swian Zanoni, apesar da segunda colocação, está contente com seu desempenho. “Graças a deus está dando tudo certo, a briga com o Wellington está bonita. Na última etapa cheguei a ultrapassá-lo algumas vezes, foi emocionante e o povo agitou bastante”, diz. Mas, ele acredita que a sorte pode mudar de lado. “Ele levou a melhor nessa (Rio das Ostras), mas na próxima vou tentar dar o troco, vou treinar ainda mais, tentar vir mais forte”, afirma. Em um aspecto Zanoni e Wellington concordam. A entrada de Marcelo Lima (Ratinho) vai deixar a categoria ainda mais disputada. “É lógico que muitos pilotos têm condições de vencer, o Rato que já foi campeão brasileiro, é um desses nomes e na etapa de Monte Alto, todos vão estar mais treinados, o que vai garantir bons pegas”, finaliza.

A prova, a terceira da temporada, faz parte das comemorações dos 126 anos de aniversário da cidade e vai ser disputada na pista que já está sendo montada no trevo Landredi nos dias 4 e 5 de maio. A novidade deste ano é em relação ao formato do evento, que passa a ser realizado em dois dias. A programação começa na sexta-feira, dia 4, com a festa de lançamento, a partir das 20 horas, com o show do grupo ABR.3, o novo sucesso do pop-rock nacional. Os treinos livres acontecem no sábado a partir das 13 horas. Às 16h estão programados os treinos cronometrados e as provas têm início a partir das 19 horas. O podium está marcado para as 22 horas.

Além disso, o publico vai poder assistir a uma nova categoria, a 85cc, destinada para competidores com idade entre 12 e 15 anos. As demais categorias, 50cc (5 a 9 anos), 65cc (8 a 13 anos), MX1 (motos de 250cc a 450cc) e MX2 (motos de 125cc a 250cc, com 4 tempos) serão mantidas nos atuais formatos.

Os convites são limitados e já podem ser trocados por 1 lata de óleo ou 2 kg de arroz na Yamabike (concessionaria Yamaha), Moto Garra (concessionária Honda) e na Secretaria Municipal de Assistência Social. A etapa do Arena Cross de Monte Alto conta com patrocínio da Honda, Aymoré Financiamentos e Old Eight; co-patrocinio da Yamaha, Peels Capacepes e Pirelli. O apoio é da Prefeitura Municipal de Monte Alto e Revista Moto. Realização: Carlinhos Romagnolli Promoções & Eventos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *