Brasileiro de Cross-Country: Abertura do Campeonato é sucesso absoluto

O 2º Rally Barretos preservou o verdadeiro estilo do cross-country. Em comparação ao ano passado, o grid aumentou e eleva as expectativas para uma temporada bastante acirrada.

O 2º Rally Barretos, realizado neste último final de semana, 8 e 9 de março, em Barretos, interior de São Paulo, provou que veio para ficar. A prova abriu o calendário 2008 do Campeonato Brasileiro de Rally Cross-Country e agradou bastante as 109 equipes presentes, pela técnica e variedade de obstáculos do percurso. Os boxes dos participantes foram montados dentro do Parque do Peão – que recebe anualmente a maior festa do Peão de Boiadeiro do País.


 



Ontem, os competidores percorreram 170 quilômetros de estradas de terras, com muitas lombadas, depressões e, por conta da chuva de sábado à noite, poças d’água deixaram os veículos completamente sujos de lama. No sábado, foram cumpridos 50 quilômetros, com as mesmas características de piso.


 


Para fechar essa 1ª etapa, aconteceu o super-prime no circuito fechado de 3,2 quilômetros com várias curvas e dois saltos. O público da região lotou as arquibancadas e foi a loucura com as manobras radicais dos competidores.


 


Durante a exibição, o Prefeito da cidade Emanoel Mariano de Carvalho e, o Presidente dos Independentes, Jerônimo Luiz Muzetti, marcaram presença e de quebra embarcaram no “caminhão voador” da equipe Salvini Racing. “Como eu gostaria que cada de um de vocês pudesse sentir essa emoção. A cada segundo a adrenalina aumentava. E a perícia do piloto é visível quando ele enfrenta uma curva, além da preparação para segurar esse caminhão em alta velocidade. É um grande competidor”, relatou o prefeito.


 


Já Jerônimo Luiz, que antes da disputa estava um pouco receoso de entrar no veículo, ficou impressionado com a estabilidade do caminhão e com o trabalho de pilotagem. “A cada curva você pensa que vai tombar, mas não, o piloto domina o Mercedes-Benz, como um peão doma um touro”, comparou.


 


O time formado por Guido Salvini, Weidner Moreira e Fernando Chwaigert conquistou o 2º lugar na categoria, atrás de Amable Barrasa, Eduardo Sachs e Rafael Bettoni. “Tivemos um desgaste pré-maturo da suspensão da cabine, por isso, por questões de segurança, optamos por diminuir a velocidade e evitar riscos de quebras mais sérias ou até mesmo acidente. Desta forma garantimos a segunda posição e vamos nos preparar para buscar a vitória na etapa seguinte”, contou o piloto.


 


Entre os carros, os vencedores foram Maurício Neves e Clécio Maestrelli, seguidos de Fellipe Bibas e Emerson Cavassin, e Jean Azevedo e Youssef Haddad. Nas motos, Juca Bala foi o mais rápido, com Sérgio Henrique Klaumann e Denisio do Nascimento, na seqüência. Desta forma, os competidores se despediram de Barretos, na promessa de retornarem no ano que vem.


 


As emoções do Campeonato Brasileiro de Rally Cross-Country continuam na 2ª etapa, que acontecerá simultaneamente com a prova de abertura do Campeonato Brasileiro de Velocidade, no dia 12 de abril, em Pomerode, Santa Catarina

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *