Brasileiros completam sétimo dia do Rally Dakar 2020 entre os UTVs

Reinaldo Varela e Gustavo Gugelmin avançam para 11º lugar na classificação geral da categoria; Casey Currie e Sean Berriman, da Monster Energy/Can-Am/South Racing, retomam a liderança

O sétimo dia do Dakar 2020 terminou com Reinaldo Varela e Gustavo Gugelmin em sexto lugar nos UTVs. Na classificação geral da categoria, os brasileiros subiram para a 11ª posição. Outro destaque deste domingo (12/1) foi a volta à liderança da categoria da dupla Casey Currie e Sean Berriman, também da equipe Monster Energy/Can-Am/South Racing, com o UTV Can-Am Maverick X3. Os norte-americanos completaram o trajeto de 741 km, sendo 546 cronometrados, entre Riyadh e Wadi Al-Dawasir, na Arábia Saudita, na segunda posição.

Para os brasileiros, o dia foi de trabalhar para a equipe. “Hoje foi de fácil navegação e pilotagem, com trechos muito rápidos, retas gigantes e poucas dunas. Atuamos como ‘mochileiros’ dos nossos companheiros de time e viemos o tempo todo atrás deles, sem ultrapassá-los. Chegamos até a ajudá-los a trocar pneu”, conta o navegador Gugelmin. Ao lado de Varela, o catarinense é o atual campeão mundial de Rally Cross Country da classe T3 e venceu o Dakar em 2018 nos UTVs.

Também da Monster Energy/Can-Am/South Racing, os espanhóis Gerard Farres Guell e Armand Monleon finalizaram o dia no top 10, na oitava posição. A vitória ficou com Blade Hildebrand, dos Estados Unidos, e Francois Cazalet, da França. Com domínio da Can-Am, a disputa entre os UTVs está acirrada desde o início da competição, com revezamento da liderança em todas as etapas até o momento.

Dia difícil para todos no Dakar – O domingo também foi bastante difícil para todos no Dakar, com o falecimento do português Paulo Gonçalves, de 40 anos, que disputava a prova na categoria motos. “Sentimos muito a morte do Paulo. Eu ainda o encontrei na largada hoje pela manhã. Era um grande piloto. Desejamos condolências a toda família, amigos e equipe”, destaca Gugelmin.

Por conta da fatalidade, a prova foi cancelada para as categorias direcionadas às motos e aos quadriciclos nesta segunda-feira (13/1). O competidores das classes dos UTVs, carros e caminhões partem para a oitava etapa do Rally Dakar. 

O percurso será em laço, em Wadi Al-Dawasir, na Arábia Saudita, local mais ao Sul do país que a prova alcançará. Serão percorridos 716 km, sendo 477 contra o relógio, em uma região montanhosa, além de paisagens diferentes, como pedras negras na areia branca.

O Dakar 2020 termina na próxima sexta-feira-feira (17/1), em Qiddiya, na Arábia Saudita. A 42ª edição do principal rali do mundo tem a Can-Am com o maior número de participante da categoria UTVs. Do 46 inscritos, 33 são da marca canadense. A competição conta ao todo com cerca de 7800 quilômetros (pouco mais de 5000 km de especiais) e conta também com motos, quadriciclos, carros e caminhões. 

Rally Dakar 2020 – Categoria UTVs (SxS)

Acumulado (extraoficiais) – Dez primeiros
1 – #405 – Casey Currie / Sean Berriman (EUA) – 34:40:04 – Can-Am Maverick X3
2 – #400 – Francisco “Chaleco” Lopez / Juan Pablo Vinagre (CHI) – 35:12:07 – Can-Am Maverick X3
3 – #411 – Sergei Kariakin / Anton Vlasiuk (RUS) – 35:23:01 – Can-Am Maverick X3 
4 – #410 – Jose Antonio Lopez / Diego Gil (ESP) – 35:38:53 – Can-Am Maverick X3
5 – #404 – Conrad Rautenbach (ZWE) / Pedro Bianchi Prata (POR) – 35:40:46
6 – #427 – Austin Jones / Kellon Walch (EUA) – 36:03:58 – Can-Am Maverick X3
7 – #417 – Axel Alletru (FRA) / Francois Begun (BEL) – 36:29:00 – Can-Am Maverick X3
8 – #420 – Jesus Puras / Xavier Blanco (ESP) – 36:53:22 – Can-Am Maverick X3
9 – #419 – Aaron Domzala / Maciej Marton (POL) – 38:16:42 – Can-Am Maverick X3
10 – #443 – Aleksei Shmotev (RUS) / Andrei Rudnitski (BLR) – 38:32:44 – Can-Am Maverick X3  
11 – #402 – Reinaldo Varela / Gustavo Gugelmin (BRA) – 38:45:27 – Can-Am Maverick X3

Resultados da 7ª etapa (extraoficiais) – Dez primeiros
1 – #409  – Blade Hildebrand (EUA) / Francois Cazalet (FRA) – 5:26:35
2 – #405 – Casey Currie / Sean Berriman (EUA) – 5:37:50 – Can-Am Maverick X3
3 – #419 – Aaron Domzala / Maciej Marton (POL) – 5:39:51 – Can-Am Maverick X3
4 – #403 – Cyril Despres (FRA) / Michael Horn (SUI) – 5:40:48
5 – #427 – Austin Jones / Kellon Walch (EUA) – 5:41:17 – Can-Am Maverick X3
6 – #402 – Reinaldo Varela / Gustavo Gugelmin (BRA) – 5:41:41 – Can-Am Maverick X3
7 – #417 – Axel Alletru (FRA) / Francois Begun (BEL) – 5:43:19 – Can-Am Maverick X3
8 – #401 – Gerard Farres Guell / Armand Monleon (ESP) – 5:45:22 – Can-Am Maverick X3
9 – #420 – Jesus Puras / Xavier Blanco (ESP) – 5:47:53 – Can-Am Maverick X3 
10 – #404 – Conrad Rautenbach (ZWE) / Pedro Bianchi Prata (POR) – 5:48:06

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *