Campeonato Brasileiro de Turismo: Guimarães vence a primeira em Goiânia e comemora “carro perfeito”

Brasiliense mostrou calma no começo e pé pesado da metade da corrida em diante para vencer pela primeira vez no Campeonato Brasileiro de Turismo

Felipe Guimarães parecia disposto e inspirado a não deixar nada atrapalhar seu caminho para que conquistasse enfim sua primeira vitória no Campeonato Brasileiro de Turismo. E ela veio na tarde deste sábado (15) em Goiânia (GO). Depois de ter liderado um treino livre e cravado a pole position, o brasiliense da W2 Racing soube dosar o pé na parte inicial da corrida para depois abrir boa margem para seus concorrentes e ser o primeiro a ver o preto-e-branco da bandeira quadriculada.

“Sensacional. Só tenho a agradecer – primeiro a Deus, e depois minha equipe -, porque não me deram um carro bom; me deram um carro perfeito. Foi ótimo. O carro estava excelente o final de semana inteiro, e só mexemos uma ou duas coisinhas no acerto do treino para a corrida, e com o carro perfeito assim fica fácil. Finalmente desencantei, porque já bati na trave algumas vezes, e tirei um grande peso das minhas costas. Estou muito feliz”, disse o vencedor, que tinha até os olhos marejados logo após a cerimônia do pódio.

O líder do campeonato Márcio Campos conseguiu terminar em segundo depois de ter feito uma boa largada, cair para o pelotão do meio e na parte final superar o então segundo colocado Dennis Dirani. Mas o gaúcho da Motortech conta que não foi nada fácil chegar a este resultado. “Larguei bem, fui acompanhando o Guimarães, mas comecei a perceber que o motor estava esquentando demais, então eu tirava na reta não para passar, mas para que esfriasse mais o carro”, descreveu, lembrando do susto que levou na parte final da prova. “De repente eu fiquei sem freio do nada, o pedal foi parar no assoalho e a partir dali foi uma briga para parar o carro – fiquei ali bombando o pedal. Estava muito quente, e queimei toda a sola do meu pé, mesmo com a proteção da sapatilha. O resultado é excelente, me dá mais uma margem no campeonato”, contou.

Dennis Dirani também fez prova consistente e era o segundo colocado até poucas voltas do final, quando foi superado por Campos. “Houve um probleminha com temperatura do combustível que nos fez perder muita velocidade, e dali eu não conseguia nem me defender, pois o carro falhava muito. Infelizmente não deu para tirar estes dois pontos do Márcio. De qualquer forma chegar no pódio já é um lucro muito grande, então está ótimo”, afirmou.

Adibe Marques e Marco Cozzi fecharam os cinco primeiros. Com o grid da segunda prova invertendo os seis melhores da primeira corrida, Felpe Matheus larga em primeiro amanhã (domingo, 16) às 8h25.

Resultado Corrida 1 – Brasileiro de Turismo:

1 – 66 – Felipe Guimarães (W2 Racing) – 22 voltas em 36min40s020 

2 – 31 – Marcio Campos (Motortech Competições) – a 23s032

3 – 128 – Dennis Dirani (Voxx Racing) – a 35s630

4 – 79 – Adibe Marques (Voxx Racing) – a 46s376

5 – 23 – Marco Cozzi (W2 Racing) – a 47s064

6 – 36 – Felipe Matheus (Hitech Racing) – a 01min13s7

7 – 11 – Pedro Boesel (R Sports) – a 01min14s3

8 – 9 – Felipe Donato (Nascar Motorsport) – a 01min14s4

9 – 33 – Antônio Matiazi (R K L Motorsports) – a 01min22s3

10 – 35 – Gabriel Robe (Motortech Competições) – a 01min27s2

11 – 69 – Gustavo Myasava (Js Star Racing) – a 4 Voltas

12 – 55 – Renato Braga (R K L Motorsports) – a 4 Voltas

13 – 99 – Edson Coelho (Js Star Racing) – a 5 Voltas

NÃO COMPLETARAM 75%

14 – 52 – Victor Amorim (R Sports) – a 10 Voltas

15 – 86 – Gustavo Frigotto (R K L Motorsports ) – a 14 Voltas

16 – 2 – Mauri Zacarelli (R Sports) – a 15 Voltas

17 – 25 – Jader David (Hitech Racing) – a 16 Voltas

18 – 28 – Danilo Dirani (Bravar) – a 21 Voltas

19 – 111 – Lukas Moraes (RR Racing) – a 21 Voltas

Melhor volta: Marco Cozzi, 1min31s760 (média de 150,5 km/h)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *