Campeonato Brasileiro de Turismo: Pit stops definem Lukas Moraes como vencedor

Corrida no Velopark teve dez pilotos punidos, oito deles por não respeitarem o tempo mínimo de parada nos boxes

O Velopark foi o palco para novos vitoriosos no Campeonato Brasileiro de Turismo em sua segunda etapa, disputada neste final de semana no circuito do Velopark em Nova Santa Rita (RS). Ontem foi Gabriel Robe a vencer pela primeira vez na categoria, e no final da manhã deste domingo (10) foi a vez de Lukas Moraes, da RR Racing, a subir pela primeira vez no degrau mais alto do pódio da principal série de acesso à Stock Car.

“Que corrida disputada!”, exclamou o vencedor. “Consegui passar o Matiazi logo na largada e eu sabia que tinha que passar logo o Frigotto porque o ritmo do pessoal de trás era bem forte”, lembrou. “No meio da corrida deu certo, imprimi um ritmo bom e o Cozzi vinha bem rápido, pressionando. Mas o carro estava ainda mais rápido que ontem”, afirmou.

Gustavo Frigotto foi ao pódio também pela primeira vez na carreira com o segundo lugar, seguido de Gabriel Robe. A ordem de chegada da pista, entretanto, não foi a mesma do pódio, já que Robe havia sido o primeiro a cruzar a linha, seguido de Marco Cozzi e Lukas Moraes. O motivo: oito dos 14 pilotos na disputa foram punidos com o acréscimo de 20 segundos no tempo de prova pelo não cumprimento dos 50 segundos mínimos de parada no pit stop obrigatório.

Na pista, a prova em si foi bastante movimentada, principalmente antes da janela de abertura dos boxes. Gustavo Frigotto largou na frente por ter sido o sexto colocado na prova de sábado e permaneceu na liderança, bastante pressionado por Lukas Moraes e Marco Cozzi. Na sétima volta, mais um lance para Dennis Dirani esquecer o final de semana vivido no Velopark – ou para tirar lições preciosas: o vice-campeão de 2015 abandonou a corrida e também foi excluído do resultado por queima de largada e por ter batido duas vezes no carro de Mauri Zaccareli.

Na 13ª volta, Moraes conseguiu a ultrapassagem sobre Frigotto na curva que antecede a reta principal e trouxe Cozzi consigo. Na tentativa de defesa, o ex-líder da corrida acabou perdendo mais posições. Duas passagens mais tarde, a janela de pit stops foi aberta, e Cozzi foi o primeiro a parar. Ele foi seguido nas voltas seguintes por Lukas Moraes e por Gabriel Robe, então terceiro colocado, nas voltas 16 e 17.

Na saída, Robe assumiu a liderança seguido de Cozzi e Moraes, e assim seguiram até o final. Após a bandeirada, no entanto, que os pilotos souberam do real resultado da corrida em virtude das punições aplicadas a oito dos 11 pilotos que completaram a prova por não terem cumprido o tempo mínimo nos boxes, que no Velopark é de 50 segundos: Marco Cozzi, Felipe Donato, Adibe Marques, Raphael Reis, Gustavo Myasava, Márcio Campos, Edson Coelho e Gabriel Robe tiveram 20 segundos acrescidos a seu tempo total de prova.

“Cheguei aqui no parque fechado sem saber que havia vencido e fui informado pela equipe. Então estou muito feliz em subir pela primeira vez no pódio com uma vitória. Trocamos o 111 pelo 11 nesta temporada, que foi o meu número da sorte desde pequeno, e que isso traga muita sorte daqui para frente”, disse Mores.

A terceira etapa do Campeonato Brasileiro de Turismo acontece em Goiânia no dia 22 de maio.

Resultado Corrida 2
1-) 11 Lukas Moraes (RR Racing) – 28 voltas em 30min44s129 (média de 124,5 km/h)
2-) 86 Gustavo Frigotto (RKL Motorsports) – a 3s969
3-) 35 Gabriel Robe (Motortech Competições) – a 17s611**
4-) 23 Marco Cozzi (C2 Team) – a 18s947**
5-) 9 Felipe Donato (J.Star Racing) – a 21s057**
6-) 31 Márcio Campos (Motortech Competições) – a 22s099**
7-) 69 Gustavo Myasava (J.Star Racing) – a 23s033**
😎 99 Edson Coelho (W2 Racing) – a 24s900**
9-) 77 Raphael Reis (Hitech Racing) – a 28s721**
10-) 79 Adibe Marques (Cimed Racing) – a 47s884**
11-) 17 Pietro Rimbano (Cimed Racing) – a 1 volta
NÃO COMPLETOU
12-) 33 Guto Matiazi (RZ Motorsport) – a 12 voltas
13-) 2 Mauri Zacarelli (Nascar Motorsport) – a 24 voltas
14-) 128 Dennis Dirani (Shell Racing) – EXCLUÍDO
MELHOR VOLTA: Gabriel Robe, 58s687 (139,7 km/h)
**Penalizados em 20 segundos no tempo de prova por não respeitarem o tempo mínimo de parada obrigatória

Classificação do campeonato:
1-) Gabriel Robe – 53 pontos
2-) Edson Coelho – 52
3-) Marco Cozzi – 52
4-) Lukas Moraes – 51
5-) Gustavo Myasava – 43
6-) Gabriel Casagrande – 40
7-) Márcio Campos – 39
😎 Pietro Rimbano – 34
9-) Raphael Reis – 34
10-) Gustavo Frigotto – 30
11-) Mauri Zacarelli – 27
12-) Adibe Marques – 26
13-) Guto Matiazi – 23
14-) Felipe Donato – 17
15-) Dennis Dirani – 5

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *