Carros: Membros da Aliança atingem 10,76 milhões de unidades vendidas em 2018

A Renault-Nissan-Mitsubishi, a aliança automotiva número um no mundo, vendeu um total de 10.756.875 unidades durante o ano calendário de 2018. A Aliança manteve sua posição de líder mundial de vendas em volumes de carros de passeio e veículos comerciais leves.

Em 2018, as vendas aumentaram 1,4% em relação ao ano anterior, em um contexto de forte demanda por veículos como Renault Clio, Captur e Sandero; Nissan X-Trail/Rogue e Sentra/Sylphy; bem como Mitsubishi Eclipse Cross e Xpander.

Em 2018, também houve uma aceleração na produção e venda de veículos que utilizam a arquitetura CMF (Common Module Family, família de módulos comuns), um dos principais pilares do plano de médio prazo Alliance 2022. Por exemplo, o Renault Kwid está sendo comercializado em vários mercados, e a produção da picape Nissan Frontier, cuja arquitetura é compartilhada com a Renault e a Mercedes, vem aumentando gradativamente.

O ano de 2018 também foi marcado por uma forte demanda por veículos comerciais leves, com uma nítida progressão das vendas do Renault Kangoo, Master e Trafic; Nissan Frontier/Navara e Terra, bem como a Mitsubishi Triton. A otimização das sinergias, como o desenvolvimento cruzado e a produção cruzada, tem papel de destaque na estratégia da Aliança, para aumentar a participação de mercado e as vendas de veículos comerciais leves das três montadoras em todo o mundo.

Em 2018, a Aliança manteve seu compromisso e a liderança no segmento de veículos zero emissão, com vendas acumuladas de 724.905 veículos elétricos desde 2010, uma performance alavancada, entre outros, pela demanda pelos modelos 100% elétricos Renault Zoe e Nissan Leaf.

As vendas do Grupo Renault avançaram 3,2%, chegando a 3.884.295 unidades durante o ano de 2018. No mesmo ano, a Nissan Motor Co. Ltd. vendeu 5.653.683 veículos no mundo, em queda de 2,8% em relação ao ano anterior. Já a Mitsubishi Motors Corporation vendeu 1.218.897 unidades no mundo, em alta de 18% em relação a 2017. 

Progressos realizados em relação ao plano estratégico de seis anos Alliance 2022 

De acordo com os objetivos do plano estratégico Alliance 2022, a Renault-Nissan-Mitsubishi prevê atingir sinergias anuais totalizando 10 bilhões de euros até o término do plano. As montadoras que fazem parte da Aliança vão aumentar o uso de plataformas comuns, tendo como objetivo a produção de 9 milhões de veículos baseados em 4 plataformas comuns. Já os motores comuns representarão 75% das vendas totais. Além disso, até o final do plano, 12 novos veículos 100% elétricos serão lançados, bem como 40 veículos equipados com diferentes níveis de delegação de autonomia.

10 principais mercados da Aliança

PaísVendas totais
China1.920.541
Estados Unidos1.611.952
França763.984
Japão727.823
Rússia648.795
México355.968
Alemanha343.656
Brasil334.469
Itália277.941
Espanha275.884

 
 
10 principais mercados do Grupo Renault

PaísVendas totais*
France689.788
Rússia497.266
Alemanha235.609
China216.699
Brasil214.822
Itália208.580
Espanha189.480
Turquia115.842
Argentina114.348
Reino Unido103.607

*com exceção do Twizy
 
 
10 principais mercados da Nissan Motor

PaísVendas totais
China*1.563.986
Estados Unidos1.493.877
Japão615.966
México314.123
Canadá149.117
Reino Unido116.914
Rússia106.138
Brasil97.512
Espanha72.943
Tailândia72.394

*inclui a marca Venucia
  
10 principais mercados da Mitsubishi Motors

PaísVendas totais
Indonésia146.805
China139.856
Estados Unidos118.075
Japão104.611
Austrália84.826
Tailândia84.560
Filipinas65.894
Alemanha52.196
Rússia45.391
Reino Unido30.952

 

SOBRE A RENAULT-NISSAN-MITSUBISHI

O Grupo Renault, Nissan Motor e Mitsubishi Motors forma a maior aliança automotiva do mundo, por meio da parceria intercultural mais antiga e mais produtiva do setor. Juntas, as três montadoras que fazem parte da Aliança venderam mais de 10,7 milhões de veículos em quase 200 países em 2018. A Aliança tem como foco a colaboração e otimização de sinergias, para aumentar ao máximo a competitividade. Além disso, ela firmou acordos de cooperação estratégica com outras montadoras, como a Daimler (Alemanha) e a Dongfeng (China). A Aliança estratégica é líder na produção de veículos zero emissão e desenvolve as tecnologias mais avançadas, com planos para oferecer recursos de conectividade, condução autônoma e serviços de mobilidade em uma ampla gama de veículos acessíveis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *