ChampCar: Bruno Junqueira inicia treinos em Elkhart Lake confiante em chegar à vitória

Vencer em um dos circuitos mais difíceis e desafiadores do automobilismo mundial já não é um feito qualquer. Fazê-lo duas vezes, com direito a duas poles e um terceiro lugar é uma façanha, que o mineiro Bruno Junqueira (Banco Rural/Telemont/Grupo A & C) espera ampliar no próximo fim de semana. O piloto da Newman-Haas inicia hoje os treinos para a 12ª etapa da F-Mundial disposto a manter o ótimo retrospecto no traçado de Road America.

Pela frente, uma sucessão de trechos velozes, freadas fortes e curvas de desenhos variados, além da característica reta dos boxes em subida. Não por acaso, os 6.675m do circuito de Wisconsin são conhecidos como a “Spa-Francorchamps norte-americana”, uma referência à conhecida pista belga (onde, aliás, Bruno se sagrou campeão internacional de F-3000 em 2000). “É uma verdadeira pista de corridas, a melhor do ano. Sem dúvida é o tipo de traçado que melhor se adapta às minhas características”, destaca.

Pole em 2002, quando ainda defendia a equipe Ganassi, e em 2003, já pela Newman-Haas, Bruno quer fazer valer o perfeito conhecimento da pista já a partir do treino oficial de hoje, às 16h20 (de Brasília), quando briga por um lugar na primeira fila e o ponto extra na classificação do campeonato. Embora a pista apresente bons pontos de ultrapassagem, os resultados conseguidos pelo mineiro, vencedor em 2001, sua temporada de estréia; e 2003 (sua primeira vitória pelo atual time) mostram que nas primeiras filas é sempre uma vantagem imporante.

Depois de três semanas de folga, aproveitados no Brasil, junto à família e com as baterias recarregadas, o mineiro espera retomar, em Road America, a série de bons resultados (foi o segundo em Denver) e voltar a ganhar terreno na classificação da temporada, além de homenagear o amigo Cristiano da Matta, que sofreu um grave acidente nesta mesma pista, em treinos extra-oficiais, e depois de um período em estado preocupante, se recupera bem na cidade de Neenah, próxima a Elkhart Lake.
Penalizado por uma série de incidentes de que foi vítima sem qualquer responsabilidade (em Long Beach, Milwaukee e San Jose), Bruno, oitavo na pontuação, tem como primeiro alvo o quarto lugar, ocupado atualmente pelo francês Nelson Philippe, com 26 pontos a mais do que o piloto da Newman-Haas. A prova marca duas mudanças entre pilotos e equipes. O mexicano Mario Domínguez, que começou o ano na Forsythe e acabou se transferindo para a Dale Coyne, ocupa o lugar que era do holandês Nicky Pastorelli na Rocketsports. Sua vaga na Coyne ficará com o estreante uruguaio Juan Cáceres, que habitualmente disputa a F-3000 européia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *