ChampCar: Para Junqueira, ordem é preparar corrida pelo título

Acidente, fisioterapia e recuperação são palavras que fazem parte do passado. Superados os complicados seis meses que separaram o choque nas 500 Milhas de Indianápolis e a volta ao cockpit de um carro da Fórmula Mundial, para o mineiro da equipe Newman-Haas a ordem e iniciar, como faz todos os anos, a preparação para mais uma temporada da categoria com o foco no título. Bruno e os engenheiros da escuderia de Chicago pretendem aproveitar cada minuto dos dois dias de testes coletivos no circuito misto de Sebring, na Flórida, para experimentar os pequenos detalhes de acerto no Lola/Cosworth que podem valer décimos de segundo preciosos. Com a restrição no número de treinos da categoria, oportunidades como esta são fundamentais.

“Pouco mais de um mês se passou do treino que marcou minha volta às pistas após seis longos meses parado. Já não vejo a hora de pilotar novamente, os testes de pré-temporada são sempre importantíssimos e, nessa semana, buscaremos um aproveitamento total, já voltando a pensar em testar coisas novas e no aprimoramento para a temporada. O primeiro treino do ano é sempre um bom momento para sentirmos a categoria, os adversários e a nossa equipe, o campeonato começa agora, mesmo que a primeira etapa do ano ainda esteja a meses de se realizar”, destaca o piloto.

Os treinos coletivos contarão com a presença de praticamente todos os times da categoria e as únicas exceções ficam por conta dos pilotos que, neste fim de semana, participam das 24 Horas de Daytona, prova de abertura do campeonato Grand-Am de protótipos, como o canadense Paul Tracy (Forsythe) e o companheiro de equipe do mineiro, o bicampeão Sebastien Bourdais. Numa fase em que boa parte das equipes ainda não definiu seus pilotos e aproveita os treinos para testar os candidatos às vagas, Bruno quer aproveitar todo o tempo para acumular informações de telemetria que servirão de base para os acertos de chassi e suspensões ao longo do calendário. Ao contrário de anos anteriores, em que o vento costumava manter a pista suja, os pilotos da Fórmula Mundial encontrarão o asfalto emborrachado pelos protótipos da American Le Mans Series, que fizeram dois dias de treinos para as 12 Horas de Sebring, primeira prova da série.

Bruno, que durante a fase final de sua recuperação chegou a disputar a Volta Internacional da Pampulha de atletismo, com percurso de 18 quilômetros, e vem mantendo sua rotina de treinos, em especial com a bicicleta, para desenvolver a condição aeróbica, chega a Sebring com o preparo em alta, assim como a motivação. “Continuei um trabalho físico forte durante o final de 2005 e os primeiros dias desse ano, e me sinto ainda melhor agora do que no meu primeiro treino, e tenho certeza que conseguiremos um bom desempenho”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *