ChampCar: Will Power vence em Toronto. Robert Doornbos é o novo lider do campeonato

O australiano Will Power, do Team Australia, venceu neste domingo (08/07), o GP de Toronto, no Canadá, 7º etapa da temporada. Foi a 2º vitória de Power no ano. Em 2º chegou o suíço Neel Jani, da PKV Racing, com o inglês Justin Wilson, da RSPORTS, fechando o pódio.

O espanhol Oriol Servia. Da Forsythe, assumiu a liderança da prova na largada, seguido por BourdaisWilson, o brasileiro Bruno Junqueira, da Dale-Coyne e Power. Doornbos ficou parado, perdendo algumas posições, partindo pouco depois.


Logo na primeira volta um múltiplo acidente envolveu sete carros, após o frances Simon Pagenaud, do Tema Australia, tocar no carro do canadense Paul Tracy, da Forsythe. Os dois bateram no muro, com a confusão envolvendo os norte-americanos Alex Figge, da Pacific Coast e Grahan Rahal, da Newman-Haas-Lanigan além da britânica Katherine Legge, da Dale-Coyne, o belga Jan Haylen, da Conquest e o francês Tristan Gommendy, da PKV Racing. Apenas Pagenaud e Rahal continuaram na disputa. A corrida recomeçou na 7º volta.


Wilson tentou superar Bourdais na 19º volta, rodando e caindo para último. Bourdais pressionava Servia, sem conseguir a ultrapassagem. Na parada nos boxes, Bourdais voltou para a pista à frente de Servia. Na 40º volta a chuva provocou uma bandeira amarela, depois que o canadense Alex Tagliani, da RSPORTS e Servia rodaram, ficando parados. Ele retornaram a prova.


Praticamente todos pararam para colocar pneus de chuva. O norte-americano Ryan Dalziel, da Pacific Coast, não parou nos boxes assumindo a ponta na relargada, na 42º volta. Mais três bandeira amarelas, devido às batidas do escocês Dan Clark, da Minardi USA Team, na 45º volta, de Rahal, que teve a suspensão quebrada na saída dos boxes, na 51º volta, e de Servia na 58º foram acionadas até a 61º volta, quando a prova recomeçou.


Jani passou Dalziel, assumindo a liderança, com Wilson superando Bourdais, indo para a 3º posição. Na 68º volta Bourdais e Doornbos bateram, provocando uma nova amarela e o abandono do tri-campeão.


A relargada veio faltando três voltas para o final da prova. Na 71º volta Wilson tocou em Dalziel, que bateu na proteção de pneus. 


Power venceu com 2s972 de vantagem para Jani. Wilson foi o 3º. Junqueira terminou na 5º posição. Apenas sete pilotos receberam a bandeira quadriculada.


O holandês Robert Doornbos, da Minardi USA Team, assumindo a liderança do campeonato, após chegar na 6º posição. O ex-piloto de F-1 soma agora 164 pontos. Power é o vice-líder, com 162. O francês Sébastien Bourdais, da Newman-Haas-Lanigan abandonou a prova, caindo para terceiro, com 161 pontos.


A próxima etapa acontece no dia 22 de julho, em Edmonton, no Canadá.


Final:


1.    Will Power  AUS  Team Australia  73     
2.    Neel Jani  SUI  PKV Racing a  2.972  
3.    Justin Wilson  GBR  RSPORTS  a  3.480   
4.    Simon Pagenaud  FRA  Team Australia  a  5.643   
5.    Bruno Junqueira  BRA  Dale Coyne Racing  a  20.738  
6.    Robert Doornbos  HOL  Minardi Team USA  a  1 volta
7.    Ryan Dalziel  ESC  Pacific Coast Motorsports  a  1 volta
8.    Alex Tagliani  CAN  RSPORTS  a  2 voltas 


Abandonos:


9.    Sebastien Bourdais  FRA  Newman/Haas/Lanigan Racing  67 voltas  
10.    Oriol Servia  ESP  Forsythe Championship Racing  56  
11.    Graham Rahal  EUA  Newman/Haas/Lanigan Racing  52  
12.    Dan Clarke  GBR  Minardi Team USA  43 
13.    Jan Heylen  BEL  Conquest Racing  1 
14.    Paul Tracy  CAN  Forsythe Racing  0 
15.    Tristan Gommendy  FRA  PKV Racing  0 
16.    Katherine Legge  GBR  Dale Coyne Racing  0  
17.    Alex Figge  EUA  Pacific Coast Motorsports  0 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *