Chris Bornemann e Marcelo Canceli buscam pódio na Cascavel de Ouro

Uma das duplas fortes candidatas ao pódio na 32.ª edição da Cascavel de Ouro é a formada pelo curitibano Chris Bornemann e o catarinense Marcelo Cancelli. Dois pilotos experientes e acostumados com as grandes conquistas, mas seguem cautelosos quanto ao desempenho na tradicional prova do calendário Paranaense. A dupla vai correr com o Gol n.º 343, que tem a preparação da consagrada MP Competições, estreando o novo design, especialmente elaborado para a prova deste fim de semana, que acontece no Autódromo Internacional Zilmar Beux, no Oeste do Paraná.

Christiano Bornemann é um piloto experiente, com currículo espetacular, para ser incluído entre os favoritos. Além do pentacampeonato no Brasileiro e tricampeonato no Paranaense de Velocidade na Terra, também faturou duas Copa do Brasil e duas Copa Santa Catarina na Terra. Chris acumula várias vitórias em provas de longa duração, como as 100 Milhas de São José dos Pinhais e a Taça São Bento do Sul. Já participou de competições em Rally, em pistas de asfalto, de campeonatos de provas curtas e de endurance. “Gosto muito das provas de longa duração. Já corri as 6 Horas de Curitiba, 500 Milhas de Londrina, 12 Horas de Curitiba e a Cascavel de Ouro em 1996, onde obtive o segundo lugar na categoria Marcas. A estratégia de corrida desse jogo me agrada e costumo me dar bem nas disputas”, declarou o piloto Christiano Bornemann.

Já o seu companheiro de equipe Marcelo Cancelli não fica para trás. Já foi campeão do Brasileiro de Terra (2003) e tem dois vices campeonatos no Catarinense de Automobilismo (2004 e 2005). O representante da cidade catarinense de Joaçaba, já participou de duas provas Cascavel de Ouro. Foi ao pódio em 2015, em quinto lugar, e, em 2016 foi o nono colocado da prova. “O Chris é um piloto experiente e o carro da MP Competições é muito bom. Realizei treinos em Curitiba e outro em Cascavel, para me readaptar às competições no asfalto e acredito que estamos prontos. No Turismo Nacional foi difícil acompanhar o pessoal, mas na Cascavel de Ouro o regulamento é parelho e queremos “brigar” muito para ir ao pódio no fim da prova”, concluiu Marcelo Cancelli.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *