Copa Brasil Spyder Race: Ivan Mendes larga em último e vence etapa de abertura em Curitiba

Mineirinho como é conhecido na categoria, Ivan Mendes larga na última posição depois de sofrer acidente no treino livre de sábado e conquista primeira vitória da Copa Brasil Spyder Race em Curitiba.

A Copa Brasil Spyder Race, categoria protótipo nacional, inaugurou sua temporada de estréia no Autódromo Internacional de Curitiba com uma vitória repleta de desafios.

Ivan Mendes (Arias Motorsports) conquistou a vitória na categoria Super, depois de largar na última posição no grid devido a um acidente nos treinos livres de sábado, o que impediram o piloto mineiro de participar do classificatório para que a equipe reparasse seu Spyder Race n° 55.

Largando na pole position, Fábio Perez manteve a posição na luz verde, seguido de perto por Marco Cozzi, Fernando Fontes e Rodrigo Posses. Mendes pulou na largada da 14ª colocação para o 11º lugar. Miguel e Leo Mallaco, mineiros da Odeon Racing que estreariam na categoria esse final de semana não conseguiram alinhar devido a falta de tempo para troca do motor graças a um problema ocorrido no warm up.

Duas voltas depois, Cozzi superou Perez e assumiu a liderança da prova; o bicampeão paulista da categoria perdera também a posições para Posses e Fulvio Marote, caindo para o quarto lugar. Enquanto isso, depois de sete voltas, Ivan Mendes em uma tocada muito precisa, já aparecia em 5º lugar na geral.

Raijan Mascarelli (Guerra Motorsports) que largou na pole position na categoria Light, não largou bem perdendo posição para Marcelo Campagnolo (Cesinha Racing); mesmo largando em 7º lugar na sua categoria (13º na geral), Campagnolo assumiu a ponta logo na largada, superando seis adversários e assumindo a ponta. Porém um problema no câmbio na 8ª volta complicou a corrida do piloto paranaense, o fazendo perder posições.

Com a entrada do Safety Car no 20º minuto de corrida, todos os pilotos se juntam por duas voltas para uma nova largada. Rodrigo Posses provando o bom retrospecto na pista curitibana assumiu a liderança antes da entrada do carro de segurança, o que lhe garantiria 5 pontos no campeonato, porém nem o piloto G-Stage, nem Marco Cozzi (Racequip Motorsports )que cruzou na segunda colocação receberiam os pontos, devido a desclassificação por conduta antidesportiva.

Na relargada após a saída do Safety Car, Cozzi assumi a liderança seguido de perto por Posses; Mendes já ganhara a posição sobre José Cardoso (RSports) e assumiria a 5ª colocação.

Cinco voltas depois, Cozzi erra uma marcha e vê o piloto do carro n° 76 ameaçar sua liderança; no final da reta, lado a lado os pilotos se tocam e vão para a grama, retornando em 5º e 6º respectivamente. O pole position assume a liderança novamente, enquanto Fulvio Marote (RJ Motorsports) perde a segunda posição para Ivan Mendes. Em ritmo de recuperação, Cozzi ultrapassa Cardoso e assume a 4ª posição; uma volta depois é a vez de Rodrigo Posses ganhar a posição de Cardoso e novamente se aproximar para brigar por posição com Cozzi.

No “S” da pista de Curitiba, Fábio Perez erra e Ivan assume a liderança da prova; mais um vez Posses e Cozzi se estranham na pista e novamente vão para fora; os comissários esportivos da CBA julgam as manobras dos pilotos perigosas e não de acordo, desclassificando os dois carros da etapa.

Restando três voltas  para a bandeira quadriculada, Mendes lidera, seguido por Marote e Perez; Raijan é o líder da Light a frente de Sergio Martinez (RSports) e Campagnolo, posições não se alterando até o final da prova.

Vitória da luta de Ivan Mendes e da equipe Arias Motorsports, que trabalharam duros no conserto do carro, mesmo correndo o risco de não conseguirem e ficarem de fora da etapa.

O “mineirinho” era a imagem de felicidade e superação, não conseguindo falar direito sobre a corrida ao final: “Só gostaria de agradecer a todos na equipe pelo excelente trabalho no final de semana, estão de parabéns”.

Na Light, o matogrossense Raijan Mascarelli, multicampeão de automobilismo na terra vence e mostra que dará muito trabalho aos adversários durante toda a temporada.

Com a desclassificação de Rodrigo Posses e Marco Cozzi, os pilotos da categoria principal da Copa Brasil Spyder Race que recebem os pontos na entrada do Safety Car foram: Fábio Perez (5), Fulvio Marote (4), Ivan Mendes (3), Fernando Fontes (2) e José Cardoso (1).

Na Light ganham pontos na intervenção do Safety Car:  Marcelo Campagnolo (5), Raijan Mascarelli (4), Carlos Ortoloni (3), Sergio Martinez (2) e Walter Coutinho (1).

A próxima etapa da Copa Brasil Spyder Race acontece em Londrina (PR) nos dias 19 e 20 de maio.

Confira o resultado final da etapa de Curitiba:

1) Ivan Mendes (MG) – Super – Arias Motorsports
2) Fulvio Marote (SP) – Super – Marote Motorsports
3) Fabio Perez (SP) – Super – SP Mec
4) José Cardoso (SP) – Super – RSports
5) Raijan Mascareli (MT) – Light – Guerra Motorsports
6) Sergio Martinez (SP) – Light – RSports
7) Luis Abbade / Roberto Dal Ponte (SP) – Light – HJL Motorsports
8) Marcelo Campagnolo (PR) – Light – Cesinha Racing
9) Walter Coutinho Jr. (PR) Light – Cesinha Racing
10) Carlos Ortoloni (SP) – Light – Sauva Competições
11) Fernando Fortes (SP) – Super – SP Mec

Desclassificados:

Rodrigo Posses (SP) – Super – G-Stage
Marco Cozzi (SP) – Super – Racequip Motorsports

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *