Copa Clio: Bolívar Motosport domina a etapa de abertura do campeonato

A equipe paulista Bolívar Motorsport fez uma grande festa na etapa de abertura da temporada de 2006 da Copa Clio, realizada na manhã deste domingo, dia 26 de março, no Autódromo Internacional de Pinhais, na Grande Curitiba. Em uma prova conturbada pela chuva e marcada por uma série de toques e escapadas, a Bolívar colocou três de seus quatro carros nas três primeiras posições e dominou a etapa.

 


A festa da equipe poderia ter sido ainda maior se não fosse o toque recebido pelo piloto Pedro Larriera (El Tranvia/ Elemidia), que impediu a Bolivar de colocar seus quatro pilotos no pódio. “Fui tocado várias vezes pelo Rodolfo Pousa na reta e isso desalinhou meu carro. Foi coisa de corrida, mas lamento porque os carros da equipe vinham bem, trocando vácuo, e eu gostaria muito de ter chegado ao pódio com meus companheiros de time”, declarou Larriera.


 


O domínio da Bolívar surpreendeu até mesmo os integrantes da equipe, que teve de superar um atraso na chegada dos carros ao circuito para competir nesta etapa. “Tivemos problemas no transporte e, com isso, o pessoal precisou varar a noite de quinta-feira trabalhando. Mesmo assim começamos bem e as expectativas são boas porque ainda estamos nos adaptando aos novos pneus e nossos carros podem melhorar mais um pouco ao longo do ano”, disse João Carlos Bolívar, chefe da equipe. Esta é a terceira vitória consecutiva da Bolívar Motorsport na Copa Clio, já que a equipe venceu as duas últimas corridas do ano passado com Luis Frediani.


 


O resultado completo da primeira etapa da Copa Clio é o seguinte:


 


1º) Leonardo Sanchez (SP), 20 voltas em 40:00.795 (média de 110.81 km/h)
2º) Angelo Serafim (SP), a 0.393
3º) José C Vitte (SP), a 0.687
4º) João P Faccio (SC), a 2.552
5º) Paulo Braga (MG), a 3.765
6º) Nelson Silva Jr (RJ), a 3.766
7º) André Bragantini Jr (PR), a 4.062
8º) Eduardo Garcia (DF), a 4.549
9º) Luciano Kubrusly (SP), a 5.306
10º) Lairton Miranda (DF), a 5.662
11º) Miguel Paludo (RS), a 16.021
12º) Rodolfo Pousa (SP), a 17.358
13º) Edson do Valle (GO), a 17.521
14º) Pedro Larriera (SP), a 22.640
15º) Leonardo Dantas (SP), a 22.929
16º) Carlos Souza (SP), a 25.193
17º) Willians Farias (SP), a 30.000
18º) Marcelo Tamasoni (SP), a 31.140
19º) Fábio Delamuta (SP), a 31.376
20º) Luiz Tizzano (RJ), a 38.091
21º) Rolf Gemperli ( ), a 42.610
22º) Roberto Santos ( ), a 49.781
23º) Geovane Gonçalves (GO), a 50.790


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *