Copa Clio: Categoria entra em sua sétima temporada

Categoria dá continuidade a mais de quatro décadas de história e pioneirismo da Renault em provas de carros do tipo Turismo.

A Copa Renault Clio iniciará no dia 20 de abril, em Curitiba (PR), à sua sétima temporada. Criada no Brasil em 2002, a categoria já existia na Europa desde o ano anterior. Em 2008, o torneio dá continuidade a uma longa história do envolvimento da marca francesa com competições de carros do tipo Turismo. Uma trajetória que também é revolucionária, repleta de momentos de pioneirismo e de revelações: além dos modelos carismáticos que ajudaram a escrevê-la, dela saíram talentos que marcaram o automobilismo mundial e a própria Fórmula 1.


A Copa Clio teve suas raízes lançadas há várias décadas quando a fábrica francesa criou o conceito que alterou a própria história das competições de veículos do tipo Turismo. Em 1966, a empresa lançou a primeira competição monomarca do mundo, com o modelo Gordini R8. Hoje, a Copa Clio Brasileira é descendente direta daquela iniciativa, proporcionando disputas acirradíssimas para deleite dos amantes do esporte a motor.


Pioneirismo mundial – Em 1964 foi lançado no Salão de Paris o modelo R8 Gordini – nome herdado de um famoso preparador da época, Amédée Gordini. Primeiro veículo de série equipado com freios a disco nas quatro rodas, o R8 tornou-se rapidamente uma paixão do mercado e inspirou o nascimento, em 1966, do primeiro campeonato monomarca promocional do mundo, a Copa R8 Gordini. Deste torneio que empolgou os franceses surgiram nomes que chegaram à Fórmula 1, como Jean Pierre Jabouille e Jean Pierre Jarier.


O R8 foi substituído por outros modelos, cada vez mais modernos, eficientes e seguros, até o lançamento e adoção do Clio. O resultado desta evolução é que, quatro décadas depois do lançamento da Copa R8, a Copa Clio passou a reunir centenas de carros em diversos países: Portugal, Turquia, Espanha, Bélgica, Brasil, Dinamarca, Holanda, Suíça, México, Itália, França, Inglaterra e Alemanha.


Três mil km – Em 2002, a Copa Renault Clio Brasil colocou na pista seu hatch de competição baseado na versão de série com motor 1.6, 16 válvulas e 4 portas. O trabalho de desenvolvimento contou com a participação direta do ex-piloto de F-1 e F-Mundial Tarso Marques, que rodou aproximadamente 3.000 quilômetros (equivalente a uma temporada com 10 provas) com o protótipo antes de considerá-lo com o desempenho e a segurança exigidos pela Renault do Brasil. Encerrados os testes e aprovado o protótipo, a etapa seguinte foi a construção de 40 carros idênticos entre si.


A prova de apresentação da categoria aconteceu em 21 de abril de 2002 no Autódromo Internacional de Curitiba (PR) e sagrou o piloto Luis Carreira Júnior como o primeiro ganhador de uma corrida da Copa Renault Clio no País. “Carreirinha” repetiria o feito em 25 de agosto, em Vitória (ES), no evento que marcou o retorno das provas de Turismo aos circuitos de rua. Para 2008, a categoria volta a inovar introduzindo o motor 2.0. A alteração aumentará o já alto nível de competitividade e a exigência de habilidade e técnica que marcam a trajetória da categoria desde sua estréia, em 2002.


Os campeões da Copa Renault Clio foram: 2002 (Luiz Carreira Júnior), 2003 (Elias Júnior), 2004 (Renê Bauer), 2005 (José Cordova), 2006 (Cláudio Gontijo) e 2007 (José Cordova).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *