Copa Clio: Em corrida conturbada, Edsson lamenta novo lugar em Interlagos

A segunda etapa da Copa Renault Clio, disputada na tarde deste domingo (11) no Autódromo Municipal José Carlos Pace, não foi corrida das mais produtivas para Edson do Valle. Largando em sétimo e determinado a conquistar um lugar no pódio, o piloto goiano da Pontão VL Racing cruzou a linha de chegada em nono – resultado que o deixou insatisfeito. A vitória em Interlagos foi conquistada por José Vitte, paulista que defende a W Racing.

A etapa paulista foi marcada por um número alto de toques entre os carros. “A categoria é muito equilibrada, todos os carros têm o mesmo rendimento e essas batidas acabam sendo uma conseqüência disso. Todo mundo quer ganhar posição e ninguém quer perder”, disse Edson. “Levei um monte de toques e isso me fez perder posições em momentos estratégicos da corrida. Cheguei a andar em sexto, iria para o pódio. O nono lugar não me deixa feliz”, lamentou.

A corrida deste domingo foi a primeira da carreira de Edson do Valle no traçado de 4.309 metros de Interlagos. “Acho que o fato de ser o único que não tinha corrido aqui, ainda, não atrapalhou. O problema foi largar em sétimo. Ou você larga na primeira ou na segunda fila, ou corre o risco de cair no pelotão intermediário, que é o mais acirrado. Aí, esses toques acabam acontecendo. Não quero culpar ninguém, mas lamento porque tinha carro para ir ao pódio”.

Edson, nos treinos livres, enfrentou problemas com a parte elétrica do Clio número 10, em que tem as logomarcas de Pontão do Sul, Anunciação, Renauto e CondomíniosHorizontais.com.br. “Detectamos e solucionamos o problema poucas horas antes da tomada de tempos. O trabalho de acerto estava comprometido, mas não chegou a ser um mau resultado no grid. Enfim, as coisas não deram certo aqui, mas vão dar certo em Brasília”, comentou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *