Copa Clio: Muita briga por posições do começo ao fim

Muitas saídas de pista, várias rodadas e brigas acirradas por posições durante a 2ª etapa da Copa Clio em Campo Grande. A disputa começou já nas primeiras voltas da prova, com pouca diferença entre os carros.


O vencedor foi o paulista Cláudio Gontijo, da Officer Racing, que conseguiu imprimir um bom ritmo durante a corrida.”Eu saí bem, mantive a posição e fiquei de olho no relógio”, disse Gontijo.

Ele abriu 6 segundos de vantagem para o segundo colocado, o piloto de Santa Catarina, João P. Faccio, da Carreira Racing. Faccio largou na quarta posição. ”Eu achei muito lucrativo ter chegado em segundo. É muito difícil ultrapassar nessa pista”, comentou o piloto catarinense.

Em terceiro lugar, ficou com o paranaense André Bragantini Jr, da mesma equipe de Faccio. Embora tenha largado na pole, não manteve a escrita no autódromo de Campo Grande. A pista é tida pelos pilotos com poucos pontos de ultrapassagem e, conseqüentemente, tem um forte histórico de pole positions serem os vencedores do circuito.

Ele chegou com uma diferença de apenas meio segundo em relação ao segundo colocado. O piloto reclamou de problemas no carro. ”Depois do Warm-up, o carro apresentou defeito na caixa de direção e tive que correr com a direção dura”, comentou Bragantini.

Confira a classificação final da prova:

1º) Cláudio Gontijo (PR), 22 voltas em 40:19.337 (média de 112.38 km/h)
2º) João P Faccio (SC), a 5.940
3º) André Bragantini Jr (SP), a 6.472
4º) Nelson Silva Jr (RJ), a 9.803
5º) Leonardo Sanchez (SP), a 14.245
6º) Raulino Kreis Jr (SC), a 14.606
7º) Luciano Kubrusly (SP), a 14.912
8º) Willians Farias (SP), a 17.873
9º) Miguel Paludo (RS), a 18.302
10º) Angelo Serafim (SP), a 19.267
11º) Wagner Cardoso (MT), a 21.627
12º) Pedro Larriera (SP), a 21.704
13º) Daniel Paludo (RS), a 23.502
14º) Geovane Gonçalves (GO), a 34.177
15º) Carlos Henrique (DF), a 38.740
16º) Marcelo Tomasoni (SP), a 39.966
17º) Lairton Miranda (DF), a 40.158
18º) Rolf Gemperli ( ), a 41.419
19º) Fernando Schlickman (SP), a 2:04.516
20º) José C Vitte (SP), a 2 voltas
21º) Luiz Tizzano (RJ), a 3 voltas
22º) Roberto Santos ( ), a 3 voltas
23º) Ydenis Souza (SP), a 5 voltas
24º) Fábio Delamuta (SP), a 6 voltas
25º) Betinho Sartorio (RJ), a 12 voltas
26º) Leonardo Dantas (SP), a 14 voltas
27º) Eduardo Garcia (DF), a 14 voltas
28º) Rodolfo Pousa (SP), a 21 voltas
29º) Lucas Molo (RJ), a 21 voltas
30º) Cadu Pasetti (SP), a 21 voltas
–º) Edson do Valle (GO), a 22 voltas

Melhor Volta: Cláudio Gontijo, 1:45.718

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *