Copa Clio: Recordes vão despencar em 2008, dizem pilotos

Introdução do motor F4R 2.0 vai alterar estilo de pilotagem e promete derrubar as melhores marcas em vigor.

A temporada 2008 da Copa Renault Clio, que tem início no próximo dia 20 em Curitiba (PR) promete ser a mais veloz da história da categoria. Esse pelo menos é o prognóstico dos pilotos, que estão ansiosos por estrear o novo motor F4R de dois litros que substituirá a unidade K4M, de 1,6 litro, usada até 2007.


O novo propulsor dos carros da Copa Renault Clio conta 138 cv de potência, mas deve estrear já com cerca de 150 cv com o trabalho dos preparadores. “Acredito que este novo motor vai baixar o tempo nas pistas em mais de 2s”, diz Willians Farias, piloto da cidade de Santos, no litoral paulista. “A velocidade final e em saídas de curvas será bem maior. Facilmente, todos os recordes dos autódromos serão aniquilados”, aposta o piloto, que foi quinto colocado na classificação geral do ano passado e pode ser listado como um dos candidatos a vitória em 2008.


Domínio – O motor F4R também deve alterar o estilo de pilotagem – ou a “tocada”, no jargão dos pilotos. Para muitos, será necessário dominar esta alteração para ter total controle do carro. Mas, apesar de importante, para Farias esta assimilação será rápida. “Com certeza, o estilo de pilotagem vai mudar um pouco”, concorda ele. “É o único jeito de aproveitar esta potência extra. Mas acredito que já no primeiro fim de semana de corrida todos terão se adaptado. Não será muito difícil se acostumar”, prevê Wilson Farias, que tem uma vitória, duas poles e duas melhores voltas em três anos de Copa Clio.


O piloto mais experiente da categoria, Rolf Gemperly, tem 56 anos e também está bastante animado com a configuração do Clio 2008. Segundo ele, a diferença será mais sentida nas retomadas. “Estes 15 cv a mais de potência podem parecer pouco mas mudam muita coisa em uma categoria de carros idênticos”, frisa o experiente piloto da Copa Clio. “Teremos força extra e isso significa retomadas mais fortes. As brigas por posição serão bem interessantes”, explica Rolf Gemperly.


Com três anos de categoria e uma vitória – 2007, Santa Cruz do Sul – Rolf Gemperly fechou a temporada passada na 7ª colocação. Ele também acredita em quebra de recordes. “Com certeza os tempos vão despencar, acho que uns dois segundos por volta, ou mais”, finalizou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *