Copa Clio: Toque e quebra de câmbio prejudicam melhor apresentação de Robson Vieira na temporada

Piloto pernambucano foi atropelado pelo brasiliense Carlos Henrique da Rocha no início da prova, e ainda fazia sua melhor prova na categoria quando teve de abandonar a quatro voltas da bandeirada.

A quarta etapa da Copa Renault Clio, disputada no último domingo (13/7) no Autódromo de Interlagos, em São Paulo, tinha tudo para ser a melhor apresentação do piloto Robson Vieira na categoria. Depois de andar entre os cinco mais rápidos nos treinos livres e largar na nona colocação, ele começou a corrida ganhando posições e ocupou um lugar de destaque no pelotão que tinha, entre outros, Cláudio Gontijo (campeão da Clio em 2006) e André Bragantini (piloto da Stock Car).


 


Seu melhor momento na prova ocorreu na terceira passagem, quando ele estabeleceu seu melhor tempo a apenas três décimos de segundo da melhor volta do dia, de Marcos Paioli. Mas, um toque no sexto giro, quando já era o sétimo colocado, acabou jogando por terra as chances de Robson Vieira na prova mais promissora par ele no campeonato. Durante a disputa do pernambucano com Cláudio Gontijo, Carlos Henrique da Rocha, que vinha logo atrás, tentou uma manobra de ultrapassagem sobre os dois ao mesmo tempo. Só que o resultado foi o choque contra o carro de Robson Vieira, que continuou na disputa mesmo afetado pela batida.


 


“Foi uma grande pena tudo o que aconteceu, porque essa era uma corrida para chegar no pódio. Meu carro estava rápido até o momento da batida, embora não estivesse 100% perfeito”, comentou Robinho, que sofreu nessa etapa com problemas na traseira do seu Clio. “Em determinadas situações de desgaste dos pneus, a traseira pulava demais e o carro perdia muito rendimento. Na corrida esse problema voltou a me incomodar”, explicou o piloto, que abandonou a prova em definitivo na 16ª passagem, com problemas de câmbio.


 


A equipe Bolívar Motorsports vai aproveitar os quase dois meses de intervalo até a próxima etapa da Copa Renault Clio para estudar qual é o defeito na traseira do carro de Robson Vieira. “Fizemos todas as mudanças possíveis na pista, e ainda assim o carro não melhorou. Vamos levá-lo para a oficina e examiná-lo até descobrir o defeito que, imagino, esteja no eixo traseiro ou na longarina do chassi”, avaliou Carlos Bolívar, chefe da equipe.


 


A vitória da quarta etapa da Copa Renault Clio foi de José Córdova – seguido por Wagner Cardoso e Luiz Frediani. A próxima etapa será no dia 07 de setembro no Rio de Janeiro.


 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *