Copa ECPA de Velocidade: Prova acidentada entre os Marcas e Pilotos

A 2ª etapa da Copa ECPA de Velocidade foi disputada neste sábado

Acidentes marcaram as provas da segunda etapa da Copa ECPA de Velocidade, realizadas na tarde do último sábado (25), no autódromo do Esporte Clube Piracicabano de Automobilismo, no interior de São Paulo. As capotagens aconteceram na categoria Marcas e Pilotos, também foram disputadas provas de Clássicos de Competição e Fórmula Vee.

 

As provas de Marcas e Pilotos foram quentes, na primeira bateria a disputa era intensa pelas primeiras posições, nas três divisões. Na Super, Rodrigo Stefanini assumiu a ponta no início da prova, seguido por Neto Datti, que faz dupla com Luis Piccolo e André Benatti, parceiro de Alexandre Souza e líderes da competição.

 

Quando as coisas pareciam se intensificar, um acidente envolvendo dos carros da Light interrompeu a prova. Na briga pela primeira posição, a dupla de Araraquara Diego e Eder, liderava até sofrer um toque da dupla de Capivari, Rodrigo e André, o carro se desgovernou e capotou.

 

O resgate exigiu que o Safety Car entrasse na pista e a prova acabou sendo encerrada quando ainda faltavam duas voltas. A vitória na Light acabou ficando com a dupla de Ribeirão Preto, Rafael Matta e Anderson Paes.

 

Na Super, Stefanini saiu muito satisfeito com a vitória, mas a alegria durou pouco. Na pesagem, seu carro acusou dois quilos a menos e o piloto foi desclassificado da prova. “Mudaram o regulamento com o campeonato já começado e me sinto prejudicado por essa decisão, que pode interferir no campeonato”, afirmou revoltado o competidor do Citroën C3.

 

A vitória foi herdada pela dupla Neto Datti e Luis Piccolo, que haviam feito a pole. “A bandeira vermelha também me prejudicou, pois acho que ainda tinha chances de brigar pela vitória”, afirmou Datti que estava ao volante na prova.

 

Entre os Novatos, Mauricio Quagliato de Capivari voltou a vencer, após ter sido desclassificado na primeira etapa por ter trocado de carro. “Provei que posso ser campeão, infelizmente, perdi a primeira etapa, mesmo tendo vencido”, afirmou o piloto do Amapá, radicado em Capivari. “Mas agora acho que poderei mostrar meu potencial”, completou.

 

Na segunda bateria do Marcas e Pilotos, tudo parecia ser mais tranqüilo, após a largada com o grid invertido. Mas logo na segunda volta, na curva de entrada ao miolo do circuito, um acidente envolvendo os carros de Valter Paim e Juliano Gandelim provocou a entrada precoce do Safety Car para o socorro de Paim.

 

A prova teve que prosseguir sob bandeira amarela, com o Safety Car a frente do pelotão. Após cinco voltas, com todos os carros agrupados, a relargada foi sensacional com os pilotos travando disputas acirradas pelas primeiras colocações.

Mas, quando as disputas estavam mais acirradas, com inúmeras trocas de posições, uma nova intervenção do Safety Car, agora para o resgate do Gol de Carlos e Fernando, da Light, que rodou na entrada da curva, após o final da reta principal.

 

Porém, desta vez não houve relargada e a prova foi finalizada com os carros seguindo o Safety Car, para alegria de Alexandre Souza, que não fez mais nenhum esforço para vencer a segunda bateria e manter a ponta da tabela do certame.

 

Na Light Rafael Matta e Anderson Paes venceram novamente, agora com Paes ao volante, para assumir a ponta da classificação; entre os Novatos, nova vitória de Mauricio Quagliato, agora para entrar definitivamente na briga pelo título.

 

Fórmula Vee

Vitória de Rodrigo Rosset na Fórmula Vee, com direito a poleposition e a melhor volta da prova. Largando na terceira posição, Heitor Luciano Nogueira chegou em segundo e, em quarto no grid de largada, Emmanuel Jasponde Junior ganhou uma posição  na prova, terminando em terceiro.

 

Clássicos

Entre os Clássicos de Competição, na 1ª bateria vitórias de Luiz Alberto Teixeira na classe A; Stanley de Barros Wessler na classe B; da dupla Wellington e Paulo na classe C; e Alexandre Cremonezi na classe D.

 

Na 2ª bateria, vitórias de Stanley de Barros Wessler na classe B; da dupla Carlos e Fábio na classe C; e Julio Santini na classe D.

 

Confira abaixo os resultados da 2ª etapa da Copa ECPA de Velocidade

 

1ª prova Marcas e Pilotos – Super

1º Neto Datti/Luis Piccolo

2º Alexandre Souza/André Benatti

Melhor volta: Neto Datti/Luis Piccolo, em 1:18.213

 

1ª prova Marcas e Pilotos – Light

1º Rafael Matta/Anderson Paes

2º Carlos Auricchio / Anderson Scovoli

3º Neimar Barbosa /Ricardo Palace

Melhor volta: Rafael Matta/Anderson Paes, em 1:19.184

 

1ª prova Marcas e Pilotos – Novato

1º Mauricio Quagliato

2º Fernando Brossi/ André Nobre

3º Rodrigo Tavares/Valter Paim

Melhor volta: Mauricio Quagliato, em 1:19.102

 

Fórmula Vee

1º Rodrigo Rosset

2º Heitor Luciano Nogueira

3º Emmanuel Jasponde Jr

4º Murillo Grandino

5º Humberto Guerra Jr

Melhor volta: Rodrigo Rosset, em 1:14.583

 

2ª prova Marcas e Pilotos – Super

1º Alexandre Souza/André Benatti

2º Neto Datti/Luis Piccolo

3º Rodrigo Stefanini

Melhor volta: Neto Datti/Luis Piccolo, em 1:17.918

 

2ª prova Marcas e Pilotos – Light

1º Rafael Matta/Anderson Paes

2º Ricardo Pinto/ Leandro Borsari

3º Carlos Auricchio / Anderson Scovoli

Melhor volta: Rafael Matta/Anderson Paes, em 1:19.421

 

2ª prova Marcas e Pilotos – Novato

1º Mauricio Quagliato

2º Fernando Brossi/ André Nobre

3º Adilson Gorga

Melhor volta: Mauricio Quagliato, em 1:18.618

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *