Copa Fiat: Christian Fittipaldi conquista primeira pole

Piloto “sobra” no qualifying e abre grid da primeira corrida da rodada dupla de Goiânia

 


 


Em grande estilo, Christian Fittipaldi conquistou neste sábado a sua primeira pole na Copa Fiat desde a estreia na categoria – nascida como Trofeo Linea – em 2010. Mais experiente piloto do grid, com passagens pela Fórmula 1, Fórmula Indy e Nascar, o paulista da equipe comandada por Eduardo Bassani dominou a sessão classificatória com autoridade e impôs vantagem de quase seis décimos sobre o bicampeão e atual líder Cacá Bueno, que completará a primeira fila da prova da manhã deste domingo no Autódromo Internacional Ayrton Senna. A segunda será formada por outros dois destaques do dia, o mineiro Clemente Faria e o goiano Edson do Valle, que voltou a ser o melhor representante do Estado e partirá da 4ª posição.


Christian foi quase seis décimos mais rápido que Cacá, diferença inimaginável antes da abertura do circuito para as tomadas em grupos de três carros e limite de duas voltas lançadas por piloto. “Acho que o resultado nada mais é do que uma consequência do bom trabalho da equipe e da evolução desde a abertura do calendário em Londrina. Lá, nosso problema foi a quebra do motor, que complicou nossa preparação para a prova. Felizmente, conseguimos acertar o carro para a corrida e aqui foi tudo uma questão de conseguir colocar tudo junto”, analisou.


A etapa deste fim de semana está marcando a volta de Goiânia ao mapa do automobilismo nacional. Christian, que estreou nas pistas no mesmo circuito na extinta Fórmula Ford, acha que tem condições de sonhar com algo ainda melhor do que o segundo lugar de 24 anos atrás. “Fiz duas simulaçõezinhas de corrida nos treinos. Claro que o carro vai piorando, mas isso acontece com todos. Estou confiante, acho que tenho boas chances de vitória. Aliás, corro sempre para ganhar. Não estou aqui para me contentar com segundo ou terceiro lugar”, avisou.


Cacá admitiu surpresa com o tamanho da superioridade exibida por Christian. “Sabíamos que a classificação seria difícil, porque o carro não estava rendendo bem com pneus novos. Mas não esperava uma diferença tão grande”, disse. Sobre as perspectivas para a corrida, não hesitou em atribuir o favoritismo ao pole. “Christian está muito rápido e será difícil derrotá-lo. Melhor começar a pensar no campeonato e correr com a cabeça, já que estou na frente dele no campeonato”, justificou Cacá, lembrando da vitória em Londrina e do terceiro lugar do rival.


Faria chegou a liderar a tomada com uma tática diferente. Enquanto a maioria dos pilotos forçou tudo na primeira volta por causa do conhecido desgaste dos pneus provocado pelo abrasivo asfalto de Goiânia, Faria fez a volta de saída dos boxes e a primeira cronometrada muito lenta, optando por marcar seu tempo na segunda. “Está tão quente aqui que os pneus atingem a temperatura ideal antes da abertura da volta. Com isso, pude deixar os pneus com a temperatura certa no momento certo. Consegui tirar tudo da volta e amanhã, pode anotar, vou partir para cima da galera.”


A largada da primeira bateria – segunda etapa de 2012 – está marcada para as 10h10, com duração de 25 minutos mais uma volta. A segunda começará ás 13h25, no mesmo formato, porém com os oito primeiros do grid invertidos em relação à ordem de chegada da prova anterior. A RedeTv entrará ao vivo a partir das 13 horas e o SporTv2 abre a transmissão das corridas às 13h20. Pela Internet, o site www.brmtv.com.br mostrará todas as atividades diretamente de Goiânia a partir das 10 horas.


Os tempos do treino classificatório da 2ª etapa da Copa Fiat:


1 – Christian Fittipaldi, 1:35.364
2 – Cacá Bueno, 1:35.960
3 – Clemente Faria, 1:36.086
4 – Édson do Valle, 1:36.573
5 – Giuliano Losacco, 1:36.617
6 – José Vitte, 1:36.864
7 – André Bragantini, 1:36.969
8 – Ulisses Silva, 1:36.987
9 – Mauri Zacarelli, 1:37.056
10 – Leonardo Nienkotter, 1:37.237
11 – Wellington Justino, 1:37.309
12 – Antônio Jorge Neto, 1:37.411
13 – Popó Bueno, 1:37.487
14 – Rogério Castro, 1:37.578
15 – Fernando Nienkotter, 1:37.759
16 – Luir Miranda, 1:38.244
17 – Cesinha Bonilha, 1:38.319
18 – Betinho Sartório, 1:38.666
19 – Júlio Campos, 1:38.815
20 – Fábio Carvalho, 1:39.727
21 – João Scalabrin, 1:39.931

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *