Copa Joy Chevrolet: com vencedores diferentes, terceira etapa mostra força e equilíbrio da categoria

Peppe e Velard vencem na Super. Lucas De Angelis e Erolf Schotten na Light.

A disputa da terceira etapa da Copa Joy Chevrolet (Chevrolet, Goodyear, Hipper Freios, Impacto Amortecedores, SWK Condicionar de Metais, Pro Tune e do Portal High Speed Brazil) foi de tirar o fôlego.  Foram duas corridas repletas de disputas, ultrapassagens e emoções com poucos toques e escaladas de pelotão.

A largada da corrida da primeira corrida foi bem-comportada com Massaini e Peppe partindo da primeira fila. No meio do pelotão muitas disputas e busca por espaço. Ainda na primeira volta, na altura da curva do lago, Peppe se aproveitou de uma pequena abertura deixada por Massaini e assumiu a primeira colocação.

Logo na abertura da segunda volta, Eber Gomes conseguiu assumir o segundo posto na Super e consequente na geral. Schotten seguia na liderança da Light, mas, já tinha Lucas De Angelies se aproximando após deixar Nilson Patrone para trás. As voltas foram se passando e Marcelo Neves começou a disputar posição na pista com Neni. Mauricio Gallian vinha da disputa com Nilson Patrone enquanto JP Velard buscava avançar para a terceira posição sobre Alan Massaini.

A disputa pelo terceiro posto estava intensa. Gomes, Velard e Massaini vinham trocando de posições e com isso Ale Peppe ampliava sua vantagem na liderança da corrida. Ainda antes da metade da corrida Lucas De Angelis e Erof Schotten passaram a disputar a liderança com o piloto do carro #13 levando vantagem na entrada do miolo do traçado e assumindo a ponta da categoria.

Na metade da disputa ocorreu a entrada do safety car de forma programada fazendo com que todo o pelotão voltasse a ficar reunido. Peppe, Velard, Gomes, Massaini e De Angelis eram os cinco primeiros colocados a essa altura da corrida.

Após a saída do carro de segurança o carro #44 deu o tom da largada e manteve a ponta da disputa em Interlagos. Massaini passou a perder desempenho e consequentemente posições. Douglas Carvalho que largou na metade do pelotão já batalhava pelo sexto lugar, com Neni logo atrás dos líderes da categoria Light. Mais atrás no pelotão, Renato Gaparian, Will Nogueira e Daniel Veiga vinham com uma bela batalha por posições.

No final Peppe venceu, sua primeira vitória na temporada, seguido por Velard, Gomes, Lucas De Angeles, primeiro colocado na categoria Light, Neni, Douglas Carvalho e Schotten na sétima colocação geral, segundo na light e o que lhe garantiu a pole position para a segunda corrida do dia.

 

Confira classificação final da primeira corrida:

1° #44 Ale Peppe – 31:15

2° #8 JP Velard +2.021

3° #32 Eber Gomes +5.197

4° #13 Lucas De Angelis +5.283*

5° #9 Neni +6.044

6° #50 Douglas Carvalho +7.166

7° #777 Erolf Schotten +9.028*

8° #29 Marcelo Neves +9371*

9° #27 Alan Massaini/Edgard Amaral +10.562

10° #40 Mauricio Gallian/Ale Fortunato +10.633

11° #1 Will Nogueira +11.451*

12° #12 Daniel Veiga +12.123*

13° #227 Gustavo Simão +14.082*

14° #11 Sandro Siqueira +14.921*

15° #3 Allan Saleh +17.870*

16° #55 Elder Martins +18.111

17° #75 Renato Gasparian +31.790*

18° #49 Samir Guimarães +48.218

19° #51 Alexandre Stuff +1 volta*

20° #2 Nilson Patrone +4 voltas*

*Pilotos da categoria Light

**#49 penalizado em 20 segundos por ultrapassar limites de pista diversas vezes

***#75 penalizado em 20 por atitude antidesportiva

 

 

Segunda corrida

Para a segunda corrida algumas alterações no grid foram realizadas. Edgard Amaral assumiu o #27 de Massaini e teve que trocar de carro após o modelo da dupla apresentar problemas de motor. Neni seguiu no comando do carro #9 no lugar de Charles Zimermann, Carlos Asciuti levou o #80 para a pista na segunda corrida, Samir Guimarães seguiu no comando do carro #49 no lugar de Adriano Braz e o carro #50 não foi para a pista com Pimenta que segue se recuperando de problemas de saúde.

No grid de largada, Schotten na pole com lugar que seria de Pimenta ao seu lado. Neni em terceiro, Anselmo De Angelis em quarto e seguido por Eber Gomes, JP Velard e Ale Peppe.

A largada foi maravilhosa para Eber Gomes e JP Velard que largaram muito bem e assumiram as duas primeiras posições respectivamente. Ainda na primeira passagem pela curva do largo Peppe acabou levando um toque, rodou e caiu para o último lugar na disputa.

Mais à frente, Velard e Eber fizeram o miolo de Interlagos praticamente lado a lado enquanto isso Neni e Schotten se aproximaram dos ponteiros. Um pouco mais atrás Amaral vinha ganhando posições, Marcelo Neves, Daniel Veiga e Sandro Siqueira vinham se aproximando.

No meio da disputa, quem vinha muito bem era Ale Fortunato, no carro #40 que pressionava Sandro Siqueira. Na terceira volta a disputa estava intensa entre Renato Gasparian e Daniel Veiga, líder e vice-líder na classificação da categoria e que valia a nona posição geral da corrida.

Velard assumiu a liderança da disputa na altura da quarta volta. A disputa seguia intensa na disputa pela quinta posição geral. Amaral, Neves e Fortunato vinham buscando o melhor traçado para avançar na corrida e com uma diferença mínima entre eles. A essa altura, Peppe vinha fazendo uma corrida de recuperação e já ocupava o 13° lugar.

Na quinta volta, Neni assumiu o segundo lugar, Daniel Veiga foi para cima de Gasparian e conseguiu a ultrapassagem pouco antes da bandeira amarela e safety car programado.

Na relargada as disputas foram intensas em todos os setores do pelotão, mas Erolf Schotten e Marcelo Neves tinham uma disputa franca pela primeira posição na categoria Light, quinto e sexto respectivamente no geral. Na volta seguinte um toque entre Sandro Siqueira e Will Nogueira, que ficou sem freios, fez com que ambos os pilotos abandonassem a disputa.

Na oitava volta, Neves vinha pela ponta da Light, mas com Schotten e Veiga colados. Quem também já aparecia neste pelotão era Ale Peppe que já vislumbrava um lugar no pódio da categoria Super. Elder Martins e Allan Saleh vinham travando uma bela batalha algumas posições atrás.

A nova volta começou com Amaral pressionando muito Eber Gomes. Gustavo Simão e Nilson Patrone vinham forte na luta por um lugar no pódio da Light enquanto Marcelo Neves e Ale Fortunato acabaram se tocando e abandonando a disputa faltando menos de três voltas para o final.

Faltando menos de duas voltas, Peppe deixou Veiga para trás que havia assumido a liderança da Light após o enrosco de Neves. O piloto do carro #44 já tinha Amaral e Gomes à sua frente. A última volta foi emocionante com Peppe pressionando Amaral e conseguindo a ultrapassagem na reta oposta.

Eber Gomes e Peppe vinham lado a lado o carro #44 cruzando a linha de chegada a um décimo de segunda a frente do #32 que levou um décimo de segundo para Amaral e que trouxe Veiga que cruzou a linha de chegada na primeira posição da Light, mas uma punição de 20 segundos de acréscimo no tempo final fez de Erolf Schotten, que cruzou a linha de chegada logo atrás de Veiga, o vencedor da Light. JP Velard venceu na Super com Neni na segunda colocação.

 

Confira a classificação final da segunda corrida:

1° #8 JP Velard – 30:23s

2° #9 Neni +0.550

3° #44 Ale Peppe +9.290

4° #32 Eber Gomes +9.418

5° #27 Edgard Amaral/Alan Massaini +9.602

6° #777 Erolf Schotten +10.306*

7° #75 Renato Gasparian +12.848*

8° #227 Gustavo Simão +16.925*

9° #80 Carlos Asciuti +17.050

10° #13 Anselmo De Angelis +19.592*

11° #55 Elder Martins +21.116

12° #3 Allan Saleh +21.205*

13° #51 Felipe Stuff +21.392*

14° #12 Daniel Dias +29.775*

15° #49 Samir Guimarães +32.798

16° #2 Nilson Patrone +33.577*

17° #11 Sandro Siqueira +49.890*

18° #29 Marcelo Neves +2 voltas*

19° #40 Aleandro Fortunato +3 voltas

20° #1 Will Nogueira +4 voltas*

*Pilotos da categoria Light

**#2 penalizado com 20 segundos por atitude antidesportiva

***#1 penalizado com 20 segundos por atitude antidesportiva

****#12 penalizado com 20 segundos por atitude antidesportiva

 

O que os pilotos disseram:

“Estou muito feliz. Após minha vitória no Velocitta acabei ficando internado e por um momento pensei que não fosse conseguir estar nesta etapa, mas consegui vir e após sentir o gosto da vitória lá, vim com pensamento positivo para Interlagos. Andei muito melhor neste final de semana do que as etapas anteriores e agora eu quero mais nesta sequência de temporada.”

Lucas De Angelis #13

 

“Na primeira corrida larguei em segundo e contei com o erro do piloto que vinha a minha frente e fui tranquilo para a vitória. Já na segunda corrida valeu o final de semana inteiro. Larguei de sétimo lugar, no final da reta acabaram batendo em mim e fui parar na última colocação longe de todos. Imaginei que tivesse grandes avarias no carro, mas consegui andar bem, me recuperar e passei a fazer ultrapassagens. No final contamos com a sorte também diante do (Edgard) Amaral e Eber (Gomes) que vinham com problemas no carro. Foi diversão garantida como eu disse que queria!”

Ale Peppe #44

 

“Tenho muito que agradecer a equipe da Alpie que faz um trabalho intenso e não nos deixa na mão nunca. A equipe me deu um carro incrível hoje e o automobilismo é assim, nós só crescemos andando e conhecendo.  Hoje fomos iluminados, o carro correspondeu, economizamos freios e conseguimos aproveitar o máximo do carro.”

Neni #9

 

“Esta etapa foi muito boa no final. Largamos de quarto lugar, pois não vínhamos muito bem nos treinos, mas conseguimos um bom segundo lugar. Na corrida dois largamos de sexto lugar e conseguimos assumir o segundo lugar e com calma conseguimos fazer a ultrapassagem e conquistar o primeiro lugar.”

JP Velard #8

 

“Consegui uma boa classificação e na primeira corrida terminamos em terceiro lugar, um bom desempenho. Na segunda corrida largamos em quinto lugar e na primeira volta já passei  para a primeira colocação. Liderei por algumas voltas, mas o pelotão veio com um carro mais acertado e terminei a disputa em quarto lugar. Foi um final de semana de aprendizado no acerto do carro e estamos na briga e espero que nas próximas consigamos andar bem.”

Eber Gomes #32

 

“Graças a Deus, aqui,  no nosso templo do automobilismo estou muito emocionado. Depois dos problemas em Mogi Guaçu conseguimos ter um bom ritmo em Interlagos, anotei a pole da categoria Light e começamos a pegar a mão do carro e tenho que agradecer ao meu filho que fica no rádio comigo e a toda a equipe Alpie.”

Erolf Schotten #777

 

“Foi um final de semana fantástico. Quem ama automobilismo e tem uma oportunidade em uma categoria como a Copa Joy Chevrolet é uma experiência incrível. A primeira corrida foi fantástica onde consegui um pódio e na segunda corrida acabei ficando sem freio que nos traz uma sensação horrível ficar de passageiro no carro. Vamos trabalhar para próxima etapa, estudar e se concentrar.”

Will Nogueira #1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *