Copa Shell HB20: Favarin e Teixeira triunfam em corridas quentes no norte paranaense

Londrina viu a Copa Shell HB20 competir com temperaturas em torno dos 34ºC; rodada dupla será completada neste domingo às 10h30.

Edgar Favarin, pela Pro, e Keka Teixeira, pela Super, foram os grandes vencedores da prova de abertura da quarta etapa da Copa Shell HB20 na temporada 2020, disputada na tarde deste sábado no Autódromo Internacional Ayrton Senna, em Londrina (PR).

Sob um forte calor de 34ºC, os pilotos completaram 14 voltas e protagonizaram belas disputas como a que deu a liderança para Edgar Favarin no início da disputa, atacando o pole Alberto Cattucci na região da Caixa D’Água, tradicional trecho da pista do norte paranaense.

Correndo sem seu tradicional parceiro Odair dos Santos, Favarin recebeu a bandeirada com 2s138 de vantagem para Cattucci. Atual campeão da categoria, Raphael Abbate foi o terceiro, com Thiago Riberi e Christiano Bornemann completando o pódio da divisão principal, cujo atual líder, Diego Ramos, terminou em sétimo.

Na Super, a vitória ficou nas mãos de Keka Teixeira, que chegou 25 segundos atrás de Favarin em 18º no geral e seis à frente de Romulo Molinari, mais uma vez terminando entre os três melhores. Alexandre Canassa subiu ao pódio pela primeira vez em terceiro, à frente de Marcus Indio e Rafa Maeda, que até a última etapa correram juntos.

A Copa HB20 volta às pistas neste domingo para o complemento da rodada dupla londrinense às 10h30, com transmissão ao vivo no canal do Acelerados no YouTube e do Facebook da Copa Shell HB20. De acordo com a nova regra, o décimo de segundo da última volta do décimo colocado determina quantos invertem.

Com o tempo de 1min35s620, Lucas Bornemann deu a André Bragantini a pole no grid invertido, tendo Chris Bornemann ao seu lado na primeira fila, seguido de Riberi, Abbate, Cattucci (que levou o primeiro Troféu Melhor Volta Brazzo deste sábado) e Favarin em sexto. Confira abaixo o resultado completo deste sábado:

1 . #74 Edgar Favarin (Pro), 14 voltas
2 . #33 Alberto Cattucci (Pro), a 2.138
3 . #20 Raphael Abbate (Pro), a 5.913
4 . #11 Thiago Riberi (Pro), a 10.216
5 . #343 Christiano Bornemann (Pro), a 10.441
6 . #67 André Bragantini (Pro), a 11.349
7 . #113 Diego Ramos (Pro), a 11.612
8 . #404 Diego Augusto (Pro), a 11.920
9 . #197 Luiz Sena (Pro), a 12.592
10 . #41 Lucas Bornemann (Pro), a 12.618
11 . #15 Bruno Testa (Pro), a 13.031
12 . #17 Cesar Bonilha (Pro), a 13.895
13 . #70 Kleber Eletric (Pro), a 14.206
14 . #28 Luiz Cordeiro (Pro), a 14.594
15 . #31 Caito Carvalho (Pro), a 15.402
16 . #18 Daniel Nino (Pro), a 15.792
17 . #77 Beto Cavaleiro (Pro), a 24.832
18 . #177 Keka Teixeira (Super), a 25.042
19 . #9 Cassio Cortes (Pro), a 28.057
20 . #27 Romulo Molinari (Super), a 31.117
21 . #71 Alexandre Canassa (Super), a 31.819
22 . #21 Marcus Indio (Super), a 33.211
23 . #99 Rafa Maeda (Super), a 33.249
24 . #6 Fabio Albuquerque (Super), a 34.303
25 . #161 Antonio Junqueira (Super), a 35.305
26 . #22 Edson dos Reis (Super), a 37.522
27 . #329 Leonardo Reis (Super), a 43.526
28 . #13 Marcelo Zebra (Super), a 44.268
29 . #117 Thaline Chicoski (Super), a 1:04.534

Não completaram 75% da prova
#222 Marcelo Giarreta Juba (Super), a 6 voltas
#220 Waldir Belizário (Super), a 10 voltas
#5 Edgar Colamarino (Super), a 13 voltas
#84 Thiago Sansana (Super), a 13 voltas
#300 Marcos Ramos (Super), a 13 voltas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *