Copa Shell HB20 fecha etapa histórica no Velocitta

Sétima rodada dupla da temporada marcou o primeiro Mega Encontro Hyundai, que reuniu mais de 230 modelos da marca

A sétima etapa da Copa Shell HB20 aconteceu neste sábado (13/11) no Velocitta e marcou a primeira edição do Mega Encontro Hyundai, evento que reuniu 234 veículos da marca no mesmo evento. Na pista, como de costume na categoria, grandes disputas em um grande grid.

Na corrida 1, disputada pela manhã, Bruno Testa largou na pole position e venceu pela segunda vez na pista de Mogi Guaçu (SP) em 2021. Luiz Sena Jr terminou em segundo, Alberto Cattucci em terceiro, Luciano Viscardi em quarto e Beto Cavaleiro em quinto. Testa cravou também a melhor volta da prova e levou o Trofeu Brazzo Volta Mais Rápida.

Na Elite Breno Borges comemorou a primeira vitória, com Daniel Nino em segundo, Pedro Perdoncini em terceiro, Marcus Índio em quarto e Juba Giarreta completando o pódio. Pela Super, Enzo Gianfratti venceu mais uma vez. Luan Lopes terminou em segundo, seguido por Leandro Parizotto em terceiro, Thiago Rizzo em quarto e Thiago Sansana em quinto. O resultado poderia garantir o título antecipado para Enzo Gianfratti, caso ele cruzasse a linha de chegada da corrida 2 na terceira posição.

Corrida 2
Kleber Eletric foi o grande vencedor da prova. Largando em segundo, o dono do HB20 #70 fez uma belíssima manobra para superar Thiago Riberi na metade final da prova e vencer pela segunda vez na temporada. Riberi fechou em segundo, com Raphael Abbate em terceiro, Alberto Cattucci em quarto e Antonio Junqueira em quinto.

Na Elite, Lucas Bornemann voltou ao lugar mais alto do pódio. Juba Giarreta foi o segundo, com Daniel Nino em terceiro, Keka Teixeira em quarto e Romulo Molinari em quinto

Gianfratti fez uma corrida conservadora na Super, afinal, precisava de uma terceira posição para se sagrar campeão. Mas o piloto do carro #19 sofreu problemas na última volta e despencou de segundo para 11º, e adiou os planos para a última etapa em Curitiba. A vitória ficou com Leo Rufino, seguido por Leo Martins e Thiago Kfouri em terceiro. Silvio Gatão e Sandro Siqueira garantiram o primeiro pódio na categoria ao terminarem a prova em quarto e quinto, respectivamente.

CEO da HRacing, Daniel Kelemen comemorou o final de semana intenso no Velocitta. “Com certeza foi um grande desafio. Realizamos duas corridas hoje, ao lado do Mega Encontro Hyundai e tudo funcionou como o planejado. Tanto a equipe HRacing quanto a equipe Hyundai trabalharam muito bem, sempre em sintonia e alinhados às espectativas. Então podemos dizer com toda a certeza, que o evento foi um sucesso. Esperamos voltar a realizar mais um como esse em 2022”, comemorou Kelemen.

A Copa Shell HB20 disputa a final do campeonato em Curitiba, nos dias 4 e 5 de dezembro. Veja como terminaram as corridas deste sábado:

Corrida 1:
1. Bruno Testa (Pro) – 14 voltas em 26min58s155
2. Luiz Sena Jr (Pro) – a 1s581
3. Alberto Cattucci (Pro) – a 1s976
4. Luciano Viscardi (Pro) – a 9s391
5. Beto Cavaleiro (Pro) – a 10s822
6. Kleber Eletric (Pro) – a 11s469
7. Thiago RIberi (Pro) – a 13s761
8. Fernando Jr (Pro) – a 14s192
9. Rodrigo Detilio (Pro) – a 17s889
10. Chris Bornemann (Pro) – a 22s869
11. Breno Borges (Elite) – a 23s179
12. Daniel Nino (Elite) – 25s827
13. Rogério Motta (Pro) – a 27s057
14. Rodrigo Elger (Pro) – a 27s810
15. Pedro Perdoncini (Elite) – a 30s807
16. Marcus Índio (Elite) – a 31s773
17. Juba Giarreta (Elite) – a 33s586
18. Lucas Bornemann (Elite) – a 35s091
19. Enzo Gianfratti (Super) – a 35s480
20. Wagner Cardoso (Pro) – a 36s314
21. Cassio Cortes (Elite) – a 40s502
22. Keka Teixeira (Elite) – a 40s519
23. Luan Lopes (Super) – a 41s096
24. Leandro Parizotto (Super) – a 44s854
25. Thaline Chicoski (Elite) – a 47s036
26. Thiago Rizzo (Super) – a 47s965
27. Thiago Sansana (Super) – a 51s473
28. Leo Martins (Super) – a 53s062
29. Raphael Abbate (Pro) – a 57s759
39. Silvio Gatão (Super) – a 1min02.260
31. Marcelo Zebra (Super) – a 1min04s142
32. Eduardo Doriguel (Super) – a 1min07s728
33. Sandro Siqueira (Super) – a 1min08s470
34. Gustavo Bortolozo (Super) – a 1min13s699
35. Bia Martins (Super) – a 1min17s274
36. Gustavo Magnabosco (Pro) – a 3 voltas
Não completaram 75% da prova:
37. Leo Rufino (Super)
38. Diego Vallini (Super)
39. Diego Peroni (Super)

 

Corrida 2:
1. Kleber Eletric (Pro) – 14 voltas em 28min02s450
2. Thiago Riberi (Pro) – a 3.786
3. Raphael Abbate (Pro) – a 4.411
4. Alberto Cattucci (Pro) – a 4.951
5. Antonio Junqueira (Pro) – a 9.326
6. Bruno Testa (Pro) – a 9.549
7. Rogério Motta (Pro) – a 10.205
8. Lucas Bornemann (Elite) – a 13.972
9. Fernando Jr (Pro) – a 14.420
10. Beto Cavaleiro (Pro) – a 14.854
11. Juba Giarreta (Elite) – a 15.701
12. Rodrigo Elger (Pro) – a 16.210
13. Chris Bornemann (Pro) – a 20.517
14. Wagner Cardoso (Pro) – a 21.172
15. Luiz Sena Jr (Pro) – a 21.892
16. Daniel Nino (Elite) – a 22.415
17. Keka Teixeira (Elite) – a 22.820
18. Romulo Molinari (Elite) – a 28.679
19. Leo Rufino (Super) – a 29.979
20. Jorge Garcia (Elite) – a 33.877
21. Leo Martins (Super) – a 40.124
22. Thiago Kfouri (Super) – a 43.006
23. Silvio Gatão (Super) – a 46.600
24. Sandro Siqueira (Super) – a 1:00.517
25. Thiago Rizzo (Super) – a 1:10.222
26. Bia Martins (Super) – a 1:10.997
27. Eduardo Doriguel (Super) – a 1:12.163
28. Marcus Índio (Elite) – a 1:25.737
29. Thiago Sansana (Super) – a 1:40.282
39. Vinicius Bortolozo (Super) – a 1:42.281
31. Enzo Gianfratti (Super) – a 1 volta
32. Leandro Parizotto (Super) – a 1 volta
Não completaram 75% da prova:
33. Rodrigo Barone (Elite)
34. Luciano Viscardi (Pro)
35. Diego Peroni (Super)
36. Gustavo Magnabosco (Pro)
37. João Bortoluzzi (Super)
38. Marcelo Zebra (Super)
39. Thaline Chicoski (Elite)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *