Copa Shell HB20 fecha terceira etapa com vitórias de Magnabosco, Nino e Gianfratti

Mais uma etapa da Copa Shell HB20 foi concluída na tarde deste domingo, em Interlagos. A prova que fechou a terceira rodada dupla da temporada 2021 contou, mais uma vez, com 40 carros na disputa – sendo 14 da Pro, nove da Elite e 17 da Super. O grid de largada da corrida deste domingo foi formado pela ordem de chegada na corrida 1, invertendo-se os quatro primeiros. Com isso, Gustavo Magnabosco largou na pole da Pro. Travou boa disputa com Alberto Catucci durante toda a prova, mas conseguiu manter a dianteira e venceu pela primeira vez na categoria.

Catucci terminou na segunda posição, com Fernando Junior em terceiro. Vencedor da corrida de sábado, Luiz Sena Jr terminou com a quarta colocação e Kleber Eletric foi o quinto. Autor da melhor volta da corrida, com 2min09s464, Raphael Abbate faturou o Troféu Brazzo Volta Mais Rápida.

“Estou extremamente feliz com esse resultado. É apenas a minha segunda etapa na Copa HB20 e já subimos no degrau mais alto do pódio. Mas, como eu disse, é apenas a segunda etapa. Ainda tem muita coisa para acontecer ao longo do campeonato”, comemorou Magnabosco.

Na elite, Lucas Bornemann largou na frente, mas não conseguiu manter a ponta e foi superado por Daniel Nino, que venceu pela terceira vez no campeonato. Lucas terminou em segundo, Breno Borges foi o terceiro, Juba Giarreta o quarto e Jorge Garcia o quinto.

“Correr em Interlagos é muito especial, aqui é nossa casa, o templo do automobilismo. É inevitável não pensarmos no Ayrton Senna quando corremos aqui e neste final de semana, estou homenageando também o André Ribeiro. Por conta disso essa foi uma vitória muito especial”, lembrou Nino.

Enzo Gianfratti voltou a ganhar uma corrida na Super. O piloto havia vencido quatro provas até sábado, quando fechou em segundo, mas no domingo a história voltou a se repetir e o dono do HB20 #19 comemorou mais uma vez. Rafael Maeda terminou na segunda posição, com Thiago Rizzo na terceira, Thaline Chicoski na quarta e Rodrigo Detilio na quinta.

“Na prova de ontem sofri um toque e isso atrapalhou o desempenho do carro, mas mesmo assim conseguimos terminar em segundo. Para hoje, os mecânicos da HRacing fizeram um trabalho sensacional e me deram condições de brigar pela vitória, e ela veio”, finalizou Gianfratti.

A Copa Shell HB20 volta às pistas no mês de julho, para a quarta etapa do calendário, em Cascavel. A rodada dupla terá a primeira corrida disputada no dia 17 e a segunda no dia 18/07. Veja como terminou a corrida de domingo:

Corrida 2:
1. Gustavo Magnabosco (Pro) – 13 voltas em 28min07s050
2. Alberto Catucci (Pro) – a 0.284
3. Fernando Junior (Pro) – a 4.939
4. Luiz Sena Jr (Pro) – a 5.745
5. Kleber Eletric (Pro) – a 6.577
6. Leonardo Reis (Pro) – a 6.759
7. Raphael Abbate (Pro) – a 6.901
8. Bruno Testa (Pro) – a 10.202
9. Rodrigo Elger (Pro) – a 11.594
10. Rafael Reis (Pro) – a 12.389
11. Daniel Nino (Elite) – a 24.848
12. Luciano Viscardi (Pro) – a 28.043
13. Lucas Bornemann (Elite) – a 31.324
14. Breno Borges (Elite) – a 32.248
15. Rogério Motta (Pro) – a 33.309
16. Juba Giarreta (Elite) – a 33.680
17. Enzo Gianfratti (Super) – a 33.979
18. Rafael Maeda (Super) – a 38.538
19. Thiago Rizzo (Super) – a 40.237
20. Thaline Chicoski (Super) – a 40.516
21. Rodrigo Detilio (Super) – a 44.033
22. Marcelo Zebra (Super) – a 46.920
23. Jorge Garcia (Elite) – a 47.177
24. Leandro Parizotto (Super) – a 47.566
25. Pedro Perdoncini (Elite) – a 49.246
26. Keka Teixeira (Elite) – a 52.547
27. Thiago Sansana (Super) – a 53.180
28. Luan Saavedra (Super) – a 54.852
29. Thiago Paretti (Super) – a 58.487
30. Eduardo Doriguel (Super) – a 1:01.556
31. Silvio Gatão Gaspar (Super) – a 1:01.953
32. Diego Peroni (Super) – a 1:06.408
33. Léo Martins (Super) – a 1:10.814
34. Alexandre Canassa (Super) – a 1:46.505
35. Marcus Índio (Elite) – a 2:20.176
36. Chris Bornemann (Pro) – a 2 voltas
Não completaram 75% da prova
37. Edgar Colamarino (Elite)
38. Beto Cavaleiro (Pro)
39. Bernardo Cardoso (Super)
40. Fábio Reis (Super)
Troféu Brazzo Volta Mais Rápida: Raphael Abbate – 2min09s464

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *