Desafio das Estrelas: Bianchi estreia com vitória no Desafio das Estrelas

Francês supera nomes famosos; Alguersuari e Massa completam pódio

Para aqueles que pouco conheciam do francês, bem que Felipe Massa alertara na véspera: praticamente criado dentro de uma pista de kart em sua casa, Jules Bianchi era um dos favoritos da sexta edição do Desafio Internacional das Estrelas. Neste sábado, numa corrida complicada pela instabilidade climática, o terceiro piloto da Ferrari não apenas confirmou a previsão do brasileiro como venceu a primeira bateria praticamente de ponta a ponta. O espanhol Jaime Alguersuari e Massa completaram o pódio depois de uma chegada sensacional, separados por uma diferença quase imperceptível a olho nu.

O começo foi confuso. Choveu 20 minutos antes da largada e a direção de prova determinou a mudança dos pneus lisos. Mas o tempo melhorou e logo na primeira volta a corrida foi paralisada para nova troca. No entanto, a chuva voltou com mais intensidade e os mecânicos novamente tiveram de calçar os pneus gomados. Com a pista pouco aderente, Bianchi – segundo no grid – assumiu a liderança quando o pole Vitantonio Liuzzi escapou e, a partir daí, construiu uma sólida vantagem em torno de seis segundos que não foi ameaçada nem mesmo quando o asfalto começou a secar. Liuzzi acabou envolvendo-se em acidente ainda na primeira volta, caiu para último e, após uma excelente corrida de recuperação, terminou em 11º.

Apesar de algumas ótimas atuações, como a de Rubinho Barrichello – largou em 24º e chegou em 6º, mostrando a conhecida classe no piso molhado -, foi a batalha entre Alguersuari e Massa que empolgou o público. Massa saiu em 4º e pulou para 2º, mas não conseguiu conter o ataque do espanhol no meio da prova. Depois, moveu uma perseguição implacável ao piloto da Toro Rosso encerrada somente na bandeirada quadriculada, que ambos receberam colados.

Bianchi contou com o apoio de uma pequena torcida, que levou uma grande faixa de apoio ao integrante do programa de apoio a jovens pilotos da Ferrari. Mas a tentativa de chamar a atenção do ídolo não funcionou. “Nem vi”, disse depois da corrida. “Amanhã vou prestar atenção”, prometeu. Sobre a vitória logo na estreia, admitiu que ela foi uma surpresa, já que há dois anos não disputava uma prova de kart. “Consegui aproveitar o erro do Liuzzi e imprimir um ritmo forte. Gosto de andar na chuva e acho que isso me ajudou um pouco no começo da corrida”, afirmou.

Massa elogiou o adversário que conhece muito bem e reconheceu que o ritmo do vencedor estava um pouco acima dos demais. “Foi uma corrida difícil e o Bianchi está de parabéns. Foi legal a disputa com o Alguersuari, porque mesmo brigando conseguimos abrir do pessoal de trás. Mas amanhã é outro dia, e a previsão é de tempo bom. Como o sistema de pontuação mudou e a segunda prova vale igual à primeira, está tudo aberto”, lembrou.

A segunda bateria começará às 11 horas, com grid invertido em relação aos oito primeiros colocados da abertura da rodada dupla. Beneficiado pelo formato, o campeão do ano passado, Lucas di Grassi, sairá na pole. A corrida começará às 11 horas, com transmissão ao vivo pela TV Globo.

O resultado da primeira bateria:

1 – JULES BIANCHI – 25 voltas em 26MIN17S395
2 – JAIME ALGUERSUARI – a 7S487
3 – FELIPE MASSA – a 7S538
4 – NELSINHO PIQUET – a 20S280
5 – ANTONIO PIZZONIA – a 21S062
6 – RUBENS BARRICHELLO – a 22S529
7 – JEROME D’ AMBROSIO – a 25S620
8 – LUCAS DI GRASSI – a 29S376
9 – ALLAM KHODAIR – a 29S788
10 – LUCIANO BURTI – a 35S827
11 – VITANTONIO LIUZZI – a 38S301
12 – RICARDO ZONTA – a 38S406
13 – TONY KANAAN – a 38S982
14 – CACÁ BUENO – a 39S209
15 – XANDINHO NEGRÃO – a 39S292
16 – VITOR MEIRA – a 40S254
17 – BIA FIGUEIREDO – a 40S308
18 – ADRIAN SUTIL – a 42S598
19 – LEONARDO NIENKOTTER – a 43S513
20 – HELIO CASTRONEVES – a 43S584
21 – ENRIQUE BERNOLDI – a 47S417
22 – MAX WILSON – a 47S730
23 – GIANNI MORBIDELLI – a 52S894
24 – PASTOR MALDONADO – a 2 VOLTAS
25 – CHRISTIAN FITTIPALDI – a 3 VOLTAS
26 – PIETRO FITTIPALDI – a 3 VOLTAS
27 – TUKA ROCHA – a 5 VOLTAS
28 – POPÓ BUENO – a 16 VOLTAS
29 – MARCOS GOMES – a 22 VOLTAS

Melhor Volta: Allam Khodair em 59S914

Classificação provisória:

1 – JULES BIANCHI – 25
2 – JAIME ALGUERSUARI – 20
3 – FELIPE MASSA – 16
4 – NELSINHO PIQUET – 13
5 – ANTONIO PIZZONIA – 11
6 – RUBENS BARRICHELLO – 10
7 – JEROME D’ AMBROSIO – 9
8 – LUCAS DI GRASSI – 8
9 – ALLAM KHODAIR e VITANTONIO LIUZZI – 7
11 – LUCIANO BURTI – 6
12 – RICARDO ZONTA – 4
13 – TONY KANAAN – 3
14 – CACÁ BUENO – 2
15 – XANDINHO NEGRÃO – 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *