Dignity Gold GT Sprint Race: Etapa de Londrina esquenta disputa pelo título Brasil

Restando quatro provas para término do campeonato, duas da competição nacional e duas da Special Edition, ainda são muitos pontos em jogo para as conquistas nas categorias PRO, AM e PROAM.

A quinta etapa do Dignity Gold GT Sprint Race, quarta etapa do campeonato Brasil, apresentou grandes disputas neste último sábado (09), no Autódromo Internacional Ayrton Senna, em Londrina/PR. Em uma prova movimentada por ultrapassagens, show de habilidade dos pilotos e um sensacional espetáculo com a realização da tradicional Night Challenge, novos líderes da tabela de classificação do campeonato Brasil foram apresentados na classe PRO, Thiago Camilo/Raphael Teixeira, e PROAM, Arthur Gama. Já Giovani Girotto manteve a ponta na divisão AM.

Ao todo, são nove etapas do calendário 2022, já foram disputadas quatro das seis etapas do Brasil e uma das três do Special Edition. Portanto, para o título nacional restam apenas duas etapas, nos circuitos de Tarumã/RS (7ª – setembro) e Londrina/PR (9ª/Match Point – dezembro). Na briga pelo título do Special Edition também restam Interlagos/SP (6ª – agosto) e Brasília/DF (8ª – novembro).

Apenas três pontos separam os atuais líderes Thiago Camilo/Raphael Teixeira de Sérgio Ramalho/Luciano Zangirolami e essa disputa, que vem se repetindo nos últimos anos, promete se acirrar ainda mais nas etapas finais. A dupla do GTSR #21 somou 155 pontos na classificação da PRO. Pedro Costa #77, 122 pontos; Marcelo Henriques/Alex Seid #01, 117; e Rafael Dias #13, 102; seguem na terceira, quarta e quinta posições, respectivamente.

“Faltam quatro etapas para o final do campeonato e apenas duas do Brasil. Até lá, temos que somar o máximo possível de pontos e se manter no pelotão da frente”, analisa o paulistano Thiago Camilo, vencedor da Corrida Noturna.

“Quanto mais nos aproximamos do fim, menos podemos errar. É um campeonato extremamente equilibrado, com pilotos de muita qualidade e o objetivo é andar na frente, buscar o pódio, e manter a liderança”, pontua o goiano Raphael Teixeira, ficou em segundo na primeira corrida na pista do Norte paranaense.

O vice-líder Luciano Zangirolami assegura que irão lutar pelo título. “Agora é trabalhar bastante e buscar em Tarumã um bom resultado para se aproximar ainda mais dos líderes para reassumir a liderança”, afirma. “Estamos na briga”, destaca o piloto.

Na AM, o líder Giovani Girotto do GTSR #72 conseguiu somar pontos importantes na tabela do campeonato, conta com uma boa margem no campeonato Brasil com acúmulo de 170 pontos. Walter Lester passou de quarto para segundo colocado, soma 133 pontos; na terceira posição está Roberto Possas, 127; Léo Yoshii, que somou duas vitórias passa a quarta colocação com 125 pontos e Alexandre Kauê é o quinto, com 100 pontos.

“Sigo liderando o campeonato por 37 pontos, estou desde a segunda etapa carregando o lastro de 30kg (peso extra), por causa da liderança no nacional. Tarumã é minha na pista favorita do calendário, onde foi minha primeira vitória. Esse final de campeonato vai ser bem equilibrado e disputado, estou animado e querendo que chegue logo”, conclui o piloto curitibano Giovani Girotto.

Arthur Gama assumiu a liderança após vencer as duas corridas de Londrina na geral e entre os carros da PROAM. O piloto gaúcho do GTSR #09 passou a 156 pontos, seguido de Antonio Junqueira (#61) e Dudu Trindade (#19) empatados em 137 pontos. Na quarta e quinta posições ficam Diogo Moscato (#54), 122, e Brendon Zonta (#56), 92.

“Iniciar a segunda metade do campeonato com duas vitórias na geral foi muito bom. Todos já possuem habilidades e dados para trabalhar no setup dos carros junto à equipe da GT Sprint Race. Assim, serão mesmo os pequenos detalhes que farão a diferença”, explica Arthur Gama que venceu as duas corridas em Londrina.

Em todas as classes da competição os carros mantém a mesma equipe de preparação, o que acentua a competitividade entre os pilotos, que utilizam os mesmos equipamentos. O que vale é a garra, o talento e a vontade de vencer, já que todos correm em condição de igualdade na pista.

A GT Sprint Race é patrocinada por Dignity Gold e Pirelli, com o apoio de Militec1, TecPads, Fremax, Real Radiadores e Graxa.

CLASSIFICAÇÃO DO CAMPEONATO BRASIL

 

PRO

1) #21 Thiago Camilo/Raphael Teixeira, 155 pontos

2) #19 Luciano Zangirolami/Sérgio Ramalho, 152

3) #77 Pedro Costa, 124

4) #01 Marcelo Henriques/Alex Seid, 117

5) #13 Rafael Dias, 102

6) #12 Edgar Bueno Neto, 83

7) #82 Gerson Campos, 80

8) #87 Rodrigo Sperafico/Jorge Martelli, 76

9) #37 Ayrton Chorne, 58

10) #12 César Ramos, 53

11) #77 Ricardo Sperafico, 33

12) #77 Felipe Baptista, 22

 

AM

1) #72 Giovani Girotto, 170 pontos

2) #17 Walter Lester, 133

3) #31 Roberto Possas, 127

4) #78 Leo Yoshii, 125

5) #08 Alexandre Kauê, 100

6) #72 Luís Zanon, 30

 

PROAM

1) #09 Arthur Gama, 156 pontos

2) #61 Antonio Junqueira, 137

3) #18 Dudu Trindade, 137

3) #54 Diogo Moscato, 122

5) #56 Brendon Zonta, 92

6) #79 Rafael Seibel, 89

7) #88 Lucas Mendes/Marco Garcia, 60

8) #10 Adalberto Baptista, 40

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *