DTM: Augusto Farfus lidera treinos coletivos disputa prova de longa duração em Nurburgring

Em semana agitada, brasileiro da BMW fez o melhor tempo das atividades em Hockenheim e neste sábado encara desafio na abertura do VLN Endurance em Nordschleife

A preparação pré-temporada do DTM terminou de forma animadora para Augusto Farfus, que está em seu segundo ano na categoria. Em Hockenheim, o curitibano participou da última bateria de testes coletivos e liderou a sessão desta sexta-feira (12). Com a marca de 1:32.976, o piloto do BMW Team RBM fez o melhor tempo da semana.

A chuva não deu muita trégua durante os quatro dias de atividades, o que atrapalhou um pouco o planejamento das equipes. Assim como nos treinos em Barcelona, há duas semanas, os objetivos principais foram analisar e desenvolver o uso da asa móvel (DRS) e os pneus de compostos super macios da Hankook, duas novidades no regulamento.

A primeira etapa do campeonato está marcada para o dia 5 de maio, na mesma pista de Hockenheim.

Desafio em Nordschleife

Antes disso, Farfus enfrentará outro desafio. Neste sábado (13), ele disputa a abertura do VLN Endurance, tradicional campeonato alemão de corridas de longa duração, no traçado longo de Nurburgring, conhecido como Nordschleife ou “Green Hell”, que tem mais de 20 quilômetros de extensão. São esperados mais de 200 carros para a corrida.

A prova tem quatro horas de duração, e o brasileiro dividirá a pilotagem da BMW Z4 GT3 com os alemães Jörg Müller e Dirk Müller, representando a equipe Team Schubert. Augusto conhece o time, com quem venceu as 24 horas de Dubai, em 2011. A pista também não é uma novidade para o piloto, que já correu as 24 horas de Nurburgring – que também utiliza o traçado completo – algumas vezes, tendo como destaques as participações em 2010, quando venceu a prova, e em 2011 terminou no 2º lugar, ambas com um BMW M3 GT3.

Augusto Farfus:

“O resultado dos treinos em Hockenheim não é definitivo, mas é sempre bom andar na frente, especialmente na pista da primeira corrida. O clima instável mudou um pouco nossos planos, mas saio daqui satisfeito com nosso trabalho e animado para o começo do campeonato”

“Por causa dos testes do DTM, não pudemos treinar em Nordschleife, que é a pista mais desafiadora do mundo. Mas conheço bem a equipe, que é de altíssimo nível e tem total apoio da fábrica, e meus companheiros, e vamos buscar o melhor resultado possível”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *