DTM: Mattias Ekström vence segunda prova em Hockenheim

O sueco Mattias Ekström (Audi RS5/Abt) venceu neste domingo (03/05), em Hockenheim, na Alemanha, a segunda prova da etapa de abertura da temporada. O italiano Edoardo Mortara completou dobradinha da Abt. O britânico Gary Paffett (Mercedes C63/ART) foi o terceiro.

Após a chuva aparecer durante o treino classificatório, ela retornou com força, pouco depois da largada da prova.  Alinhando em segundo, Ekström assumiu a liderança na quarta volta.

No restante da prova, de uma hora de duração mais uma volta, Ekström só perdeu a ponta por um breve momento, durante o pit stop, para a troca dos pneus para os de chuva.  Mortara, que alinhou na pole, terminou em segundo, sete segundos atrás de Ekström.

Paffett fez uma prova extraordinária. Alinhando da penúltima posição do grid, o britânico foi ganhando na pista molhada, até alcançar o terceiro lugar.

O alemão Martin Tomczyk (BMW M4/Schnitzer) terminou em quarto, seguido pelos compatriotas Marco Wittmann (BMW M4/RMG) e Mike Rockenfeller (Audi RS5/ Phoenix).

O canadense Robert Wickens (Mercedes C63/HWA), o alemão Pascal Wehrlein (Mercedes C63/HWA), o canadense Bruno Spengler (BMW M4/MTEK) e o alemão Timo Glock (BMW M4/MTEK) completaram a zona de pontos.

O brasileiro Augusto Farfus (BMW M4/RBM) teve muito problemas durante a prova, e terminou apenas na 21ª posição.

“Hoje foi um dia para esquecer. Infelizmente tivemos vários problemas no carro e o ritmo na chuva era muito ruim, além da penalização, que custou cinco posições no grid de largada, então tudo isso nos impediu de brigar por melhores posições. Mas paciência, vamos pensar na próxima. O campeonato é longo, temos mais 16 corridas, e Lausitzring é uma pista onde já conquistamos bons resultados, então é isso que vamos buscar na próxima etapa”, declarou Farfus.

Mortara lidera o campeonato com 30 pontos, seguido por Ekström e Green com 25.
 
A etapa acontece entre os dias 29 a 31 de maio, no circuito de Lausitzring, na Alemanha.

Final:

1 – Mattias Ekstrom (Audi RS5) – Abt – 35 voltas em 1.02’43″856
2 – Edoardo Mortara (Audi RS5) – Abt – 7″361
3 – Gary Paffett (Mercedes C63) – ART – 8″171
4 – Martin Tomczyk (BMW M4) – Schnitzer – 18″785
5 – Marco Wittmann (BMW M4) – RMG – 28″929
6 – Mike Rockenfeller (Audi RS5) – Phoenix – 29″819
7 – Robert Wickens (Mercedes C63) – HWA – 30″678
8 – Pascal Wehrlein (Mercedes C63) – HWA – 34″085
9 – Bruno Spengler (BMW M4) – MTEK – 38″929
10 – Timo Glock (BMW M4) – MTEK – 39″812
11 – Christian Vietoris (Mercedes C63) – HWA – 42″630
12 – Timo Scheider (Audi RS5) – Phoenix – 46″180
13 – Jamie Green (Audi RS5) – Rosberg – 48″527
14 – Maxime Martin (BMW M4) – RMG – 49″838
15 – Daniel Juncadella (Mercedes C63) – Mucke – 50″379
16 – Maximilian Goetz (Mercedes C63) – Mucke – 53″207
17 – Tom Blomqvist (BMW M4) – RBM – 1’06″932
18 – Miguel Molina (Audi RS5) – Abt – 1’11″439
19 – Nico Muller (Audi RS5) – Rosberg – 1’12″182
20 – Antonio Felix Da Costa (BMW M4) – Schnitzer – 1’21″578
21 – Augusto Farfus (BMW M4) – RBM – 1’24″372
22 – Paul Di Resta (Mercedes C63) – HWA – 1’34″157

Volta mais rápida: Timo Scheider 1’35″766

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *