Endurance Brasil: Team Ginetta Brasil fez primeiro treino no AIC

Visando chegar com tudo na temporada 2019 do Campeonato Endurance Brasil, o Team Ginetta Brasil realizou seu primeiro treino na tarde desta quinta-feira (21/3), no Autódromo Internacional de Curitiba. Os pilotos Wagner Ebrahim, Pedrinho Aguiar e Fábio Ebrahim puderam andar no seu protótipo Ginetta G57 pela primeira vez, ajustando os detalhes para a prova do dia 30 de março. A primeira etapa que será em Curitiba promete um grid superior a de 30 carros, como foi na temporada passada.

“O nosso protótipo Ginetta G57 chegou na nossa oficina em Curitiba, às 2 horas da madrugada de quarta para quinta-feira, e trabalhamos até as 5 horas da manhã para descarrega-lo e carregar todo o material. Na quinta-feira cedo, montamos o que precisava no carro, completamos os líquidos e demos a primeira ligada, para ouvir o ronco dele. Foi de arrepiar. O dia estava com muita garoa em Curitiba, mas conseguimos andar umas duas horas e meia no AIC”, declarou Fábio Ebrahim.

Para Pedrinho Aguiar só faltam mais alguns ajustes no Ginetta G57 e ele estará pronto para a corrida. “Nossa equipe trabalhou muito de quarta para quinta-feira, para deixar o nosso carro em condições para os testes no AIC. Nós já tínhamos andado em uma versão similar nos EUA, mas queríamos ver como acelerava o nosso. O carro é muito forte, mas temos que fazer alguns ajustes no banco e nos acertos do carro para acelerar forte durante a prova”, disse o piloto Pedrinho Aguiar.

E para o experiente piloto Wagner Ebrahim a expectativa é grande, para voltar a participar de um campeonato inteiro e brigando pelas vitórias e títulos. “O Ginetta G57 está em Curitiba. Já fizemos o primeiro teste, mas não conseguimos extrair o melhor dele, por causa do tempo e de ajustes que precisam ser feitos. Mas é um carro com muito potencial e temos tudo para chegar às conquistas desejadas. Agora é acertar os últimos detalhes e pisar fundo no acelerador na pista do AIC”, concluiu Wagner Ebrahim.

O Ginetta G57 é de fabricação britânica, um dos protótipos de pista mais rápidos do Mundo. Ele é equipado com o motor do Novo Camaro, um Chevrolet V8, de 6,2 litros, com bloco de alumínio e sistema de óleo de carter seco, que gera 575 cavalos de potência, desenvolvido e preparado pela Ginetta. Seu peso é 940 quilos e tem velocidade final de 300 km/h. Seu cockpit é produzido em fibra de carbono, foi aprovado em crasch-test da FIA e no Brasil, o G57 terá auxílio técnico dos engenheiros Ubiratan (mecânico) e Vinícius (elétrico), do Team Ginetta Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *