Endurance: Di Grassi testa carro para as 24 Horas de Le Mans

Brasileiro atendeu convite da Audi e andou no modelo R10 na França.

O brasileiro Lucas Di Grassi (Eurobike/Schioppa) testou na segunda-feira (20), no circuito de Paul Ricard (França), o modelo Audi R10 TDI, visando uma participação na prova de longa duração mais importante do mundo, a 24 Horas de Le Mans, realizada anualmente naquele país. Lucas foi convidado pela fábrica alemã para conhecer o carro e também o sistema de trabalho da equipe. O modelo R10 TDI tornou-se o primeiro carro movido a diesel a vencer Le Mans, em 2006, conquistando a corrida também em 2007 e 2008. “É tudo muito diferente do que fazemos na GP2 e na Fórmula 1”, comparou Lucas, que compete na GP2 e tem trabalhado com a equipe Renault F1 Team há alguns anos. “Realmente valeu a pena este teste. Andei apenas com o piso molhado, mas mesmo assim foi muito legal. O carro é bárbaro e a equipe é muito profissional”.

Di Grassi também destacou a diferença entre os protótipos de Le Mans, como o R10, e os carros do tipo Fórmula com os quais está habituado. “O estilo de condução do carro é distinto. Até por que a filosofia dos dois tipos de corrida é diferente. Afinal, uma prova de Le Mans dura mais de doze vezes uma corrida de Fórmula 1, por exemplo”, comentou. Lucas testou o R10, mas ainda não ficou definido se ele competiria em Le Mans com este modelo ou o R15, que é o mais recente. “Isso ficou para ser estudado mais para frente. Mas qualquer um deles é fantástico”, explicou o piloto da Eurobike/Schioppa.

Foco na F1 – Apesar de estar feliz com a possibilidade de disputar as 24 Horas de Le Mans, Di Grassi não pretende se desviar de seu objetivo de carreira: a Fórmula 1. “Esse é o meu foco”, diz ele. “E também a GP2, pois quero tentar brigar pelo título em 2009 – o que me ajudaria a conseguir uma vaga na Fórmula 1. Minha participação em Le Mans ainda está em estudos. Ficamos de conversar mais adiante, dependendo dos meus compromissos e os objetivos da fábrica. Mas eu gostaria muito de ter essa oportunidade. Seria ótimo mesmo”, diz Lucas, que tem em seu currículo uma outra vitória em corrida de renome internacional: o Grande Prêmio de Macau de Fórmula 3 (2005), cobiçado pelos melhores pilotos do mundo, mas conquistado por apenas alguns.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *