F-2: Oliver Rowland e Nobuharu Matsushita vencem em Budapeste

O britânico Oliver Rowland (DAMS) e o japonês Nobuharu Matsushita (ART) foram os vencedores da sétima etapa da temporada, disputada em Hungaroring, Budapeste, na Hungria.

Prova 1:

Rowland venceu no sábado (29/07) a primeira prova da etapa. Foi a segunda vitória de Rowland no ano. O canadense Nicolas Latifi completou a dobradinha da DAMS. O holandês Nyck De Vries (Rapax) foi o terceiro.

Pole-position Rowland perdeu a ponta na largada para o russo Artem Markelov (Russian Time). Após a parada nos boxes, para o pit stop obrigatório, Rowland retomou a liderança.

Tentando recuperar a primeira posição Markelov foi para cima de Rowland, e na 34ª volta tentou a ultrapassagem na curva 1. Rowland fechou a porta e o russo escapou da pista, batendo na barreira de proteção. Na confusão Latifi quase superou Rowland.

O Safety-Car foi acionado, com a prova terminando com o carro de segurança a frente dos carros.

Líder do campeonato o monegasco Charles Leclerc (Prema Racing) terminou em quarto. O piloto havia marcado a sétima pole consecutiva, mas foi punido devido a uma irregularidade técnica em seu carro, e alinhou em último.

Matsushita foi o quinto, seguido pelo italiano Luca Ghiotto (Russian Time) e o francês Norman Nato (Arden). O tailandês Alexander Albon (ART),  o norte-americano Santino Ferrucci (Trident) e o francês Louis Deletraz (Racing Engineering) fecharam a zona de pontos.

O brasileiro Sergio Sette Câmara (MP Motorsport) terminou na 16ª posição.

Com o grid dos oito primeiros invertido Albon alinha na pole para a segunda prova.

Final, prova 1:

1 – Oliver Rowland – DAMS – 36 voltas em 58’37″062
2 – Nicholas Latifi – DAMS – 0″235
3 – Nyck De Vries – Rapax – 0″673
4 – Charles Leclerc – Prema – 1″405
5 – Nobuharu Matsushita – ART – 1″633
6 – Luca Ghiotto – Russian Time – 2″534
7 – Norman Nato – Arden – 3″079
8 – Alex Albon – ART – 3″350
9 – Sean Gelael – Arden – 3″911
10 – Santino Ferrucci – Trident – 4″238
11 – Louis Deletraz – Racing Engineering – 6″627
12 – Ralph Boschung – Campos – 7″550
13 – Nabil Jeffri – Trident – 8″179
14 – Sergio Sette Camara – MP Motorsport – 9″069
15 – Gustav Malja – Racing Engineering – 9″462
16 – Jordan King – MP Motorsport – 16″126

Volta mais rápida: Nicholas Latifi 1’30″153

Abandonos:
Artem Markelov – Russian Time – 34 voltas
Robert Visoiu – Campos – 25
Sergio Canamasas – Rapax – 25
Antonio Fuoco – Prema – 10

Prova 2:

Neste domingo (30/07) Matsushita venceu a segunda prova. Foi a sua segunda vitória no ano. Rowland e de Vries completaram o pódio.

Quarto no grid Matsushita fez uma grande largada, assumindo a ponta na primeira curva. O piloto, protegido da Honda, abriu vantagem rapidamente, não perdendo o controle da prova (que teve duas intervenções do Safety-Car Virtual). Na penúltima volta Rowland ultrapassou de Vries na curva três, pelo segundo lugar.

Matsushita venceu com quatro segundos de vantagem sobre Rowland. De Vries fechou o pódio.

Leclerc terminou em quarto, seguido por Nato e Latifi. Albon e Ghiotto fecharam a zona de pontos da prova curta. Câmara terminou na 13ª posição.

Leclerc lidera o campeonato com 208 pontos, seguido por Rowland com 158.

A próxima etapa acontece nos dias 26 e 27 de agosto, em Spa-Francorchamps, na Bélgica.

Final, prova 2:

1 – Nobuharu Matsushita – ART – 28 voltas em 44’52″900
2 – Oliver Rowland – DAMS – 4″307
3 – Nyck De Vries – Rapax – 7″143
4 – Charles Leclerc – Prema – 11″635
5 – Norman Nato – Arden – 12″458
6 – Nicholas Latifi – DAMS – 13″485
7 – Alex Albon – ART – 16″754
8 – Luca Ghiotto – Russian Time – 24″843
9 – Artem Markelov – Russian Time – 25″577
10 – Sean Gelael – Arden – 33″887
11 – Jordan King – MP Motorsport – 35″770
12 – Louis Deletraz – Racing Engineering – 35″823
13 – Sergio Sette Camara – MP Motorsport – 41″847
14 – Santino Ferrucci – Trident – 42″122
15 – Nabil Jeffri – Trident – 1’26″947
16 – Ralph Boschung – Campos – 1 volta
17 – Antonio Fuoco – Prema – 1 volta
18 – Gustav Malja – Racing Engineering – 5 voltas

Volta mais rápida: Antonio Fuoco 1’29″121

Abandonos:
Sergio Canamasas – Rapax – 22 voltas
Robert Visoiu – Campos – 21

Campeonato:

1.Leclerc 208 pontos; 2.Rowland 158; 3.Markelov 123; 4.Latifi 115; 5.Ghiotto 95 6.Matsushita 91; 7.Nato 79; 8.De Vries 72; 9.Albon 65; 10.King 49

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *