F-3 Japonesa: Suzuki volta ao pódio em Fuji e destaca evolução

Brasileiro ficou a 10 milésimos da pole position para a corrida de hoje, e só não brigou pela vitória em razão de um superaquecimento na embreagem ocorrido pouco antes da largada.

A terceira rodada dupla da Fórmula 3 Japonesa, que está sendo realizada neste fim de semana no autódromo de Fuji, marcou a volta do brasileiro Rafael Suzuki ao pódio da categoria.

Terceiro colocado na corrida deste sábado, Rafael mostrou estar totalmente recuperado do acidente ciclístico sofrido na semana da etapa de Motegi – que na ocasião o obrigou a correr com uma fissura em um dos ossos da face – e teve um desempenho consistente desde os treinos de classificação.

Para a corrida deste sábado, Suzuki conquistou uma vaga na primeira fila a apenas 10 milésimos de segundo da pole position de Yuji Kunimoto. No treino de classificação que definiu o grid da corrida de domingo, ele voltou a conquistar a segunda posição, desta vez a 90 milésimos da pole de Kunimoto.

“Nossa equipe está muito competitiva nesta pista, e temos um bom carro, também, para o ritmo de corrida. Depois de duas rodadas duplas complicadas, em que o máximo que pude fazer foi pensar no pódio, em Fuji conseguimos disputar a vitória e isso cria uma ótima expectativa para a corrida final deste domingo”, comentou o brasileiro.

Neste sábado Suzuki foi traído pela embreagem momentos antes da largada, que superaqueceu e impediu o piloto da TOM’s de disputar a ponta. Caindo para quinto na primeira curva, ele conseguiu recuperar duas posições ao longo das 15 voltas de corrida, e só não retomou o segundo posto em razão de uma manobra de Yuhi Sekiguchi que acabou em punição para o adversário.

“Fuji tem uma reta de cerca de 1,5km, onde é possível pegar o vácuo de quem vai à frente para ultrapassar. Quando me aproximei do Sekiguchi, ele chegou a mudar de trajetória quatro vezes para evitar que eu pegasse o vácuo. Minha equipe entrou com uma reclamação e a direção de prova tirou dele um ponto no campeonato”, explicou Suzuki.

O brasileiro estranhou a punição, e disse que o normal seria Sekiguchi receber um acréscimo em seu tempo final de prova. “O resultado foi bom, embora eu achasse que deveria ter ficado com a segunda posição. O lado positivo é que a equipe fez um bom trabalho de acerto do carro para o meu estilo de pilotagem, e nossa evolução neste fim de semana foi muito grande”, encerrou o brasileiro

A última corrida em Fuji será realizadas às 03h30 deste domingo, pelo horário oficial de Brasília. Segundo a meteorologia, existe a possibilidade de chuva. Veja o resultado completo da etapa deste sábado:

1) Yuji Kunimoto
2) Yuhi Sekiguchi
3) Rafael Suzuki
4) Alexandre Imperatori
5) Katsuaki Kubota
6) Takashi Kobayashi
7) Koki Saga
8) Naoya Gamou
9) Kimiya Sato
10) Gary Thompson
11) Daiki Sasaki
12) Kazuki Miura
13) Yoshitaka Kuroda
14) Katsumasa Chiyo
15) Hajime Oonami
16) Tsubasa Mekaru
17) Tatsuru Noro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *