F-Abarth: Victor Guerin disputará temporada 2010 pela JD Motorsport

Piloto brasileiro, vencedor de corridas na Fórmula Brasil 2.0 e na Fórmula 3 Sul-Americana Light, estréia na Europa na nova versão da categoria que está sendo a grande sensação do automobilismo de base do Velho Continente nesta temporada.

O paulista Victor Guerin confirmou nesta semana presença na temporada de estréia da nova Fórmula Abarth, categoria que renasce como a grande sensação do automobilismo de base europeu em 2010. Vencedor de corridas na Fórmula Brasil 2.0 e na Fórmula 3 Sul-Americana Light no ano passado, Victor fará sua estréia no automobilismo do Velho Continente pela JD Motorsport, disputando o Campeonato Italiano da F-Abarth a partir dos dias 25 e 26 de abril.
O brasileiro viajou para a Itália no último fim de semana, e nos próximos dois dias terá seu primeiro contato com a nova versão da categoria, que promete ocupar o lugar da Fórmula Renault na Europa. Em 2010 será disputado apenas o Campeonato Italiano da nova F-Abarth, mas a categoria deve ganhar um certame continental já a partir do ano que vem. 
“Estou muito entusiasmado com minha estréia na Europa”, disse o piloto. “Como fiz diversas corridas no Brasil e, também, duas provas na Argentina no ano passado, acredito que essa experiência vai me permitir sonhar com bons resultados já em meu ano de estréia. A categoria será novidade para todo mundo, e havia anos que isso não acontecia no automobilismo de base europeu. Por isso a Fórmula Abarth está sendo cercada de tanta expectativa”, acrescentou o brasileiro.
A F-Abarth usará chassi italiano da marca Tatuus, o mesmo que equipou – e em alguns países ainda equipa -, os carros da Fórmula Renault. Desenvolvido seguindo as novas exigências da Federação Internacional de Automobilismo para a proteção dos pilotos, este monoposto é o único entre todos aqueles utilizados em categorias de base a apresentar um formato de cockpit alinhado com as novas normas da FIA para proteção em caso de impactos laterais e capotagens. O chassi receberá motor de 1.8 litro e 180 cavalos, potência semelhante ao da Fórmula Renault. Os pneus serão da marca sul-coreana Kumho, os mesmos usados na F-3 Européia.
O carro foi para a pista pela primeira vez no dia 03 de dezembro do ano passado, no circuito de Vairano, e desde então já foi testado em Vallelunga, Fiorano e Magione. O principal encarregado dos ensaios tem sido o piloto italiano Raffaele Giammaria, que classificou o carro como “excepcional”, e de “reações parecidas com as de um Fórmula 3”. A expectativa em torno do novo F-Abarth atraiu o interesse das principais equipes européias, entre elas a Tomcat Racing, Prema, Cram, BVM, RC, Motopark e Jenzer, que já confirmaram participação na competição. Entre os muitos pilotos confirmados, o sobrenome que mais chama a atenção é o de Eddie Cheever Jr., filho do ex-piloto de Fórmula 1 e egresso da Fórmula Renault. O Brasil deverá ter quatro representantes na competição.
“Esse carro tem câmbio seqüencial, um motor adequado para seu peso e um chassi muito bem construído. Por isso, tem tudo para ser uma categoria referência em termos de performance e segurança nos próximos anos. O grid deve estar cheio e esse é o ingrediente que faltava para que a F-Abarth cumpra seu papel na formação de novos pilotos. A ansiedade pelo primeiro treino é muito grande, e com certeza minha dedicação será ainda maior na busca por bons resultados”, declarou Guerin.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *