F-Ford Inglesa: Mineiro Victor Corrêa mostra adaptação ao automobilismo europeu

Piloto fez uma pole, venceu pela primeira vez e esteve sempre entre os três primeiros nas últimas corridas.

A uma rodada do encerramento da temporada 2008 da Fórmula Ford Inglesa, o brasileiro Victor Corrêa (Unifenas/Cooparaiso/Flash Power) já tem muito que comemorar. Ao final de seu primeiro ano na mais tradicional categoria-escola do automobilismo mundial, o jovem piloto mineiro acredita que está alcançando tudo aquilo que planejou para essa fase da carreira. “Faltando três corridas para o fim do campeonato, dá pra dizer, sem dúvida, que foi um ano muito proveitoso. Aprendi muito aqui e isso será bastante válido para o meu futuro”, afirma o esportista que este ano competiu pela primeira vez fora do Brasil.

Jovem, estreante, tendo que se adaptar a um lugar novo e a uma nova cultura, Victor Corrêa teve algumas dificuldades no começo de sua jornada na Terra da Rainha. Mas com maturidade, demonstrada desde o instante em que resolveu morar sozinho no país com apenas 17 anos de idade, o alfenense foi aos poucos se integrando a seu novo mundo. “No começo do ano eu não sabia o que era o automobilismo europeu, mas hoje eu posso dizer que começo a fazer parte dele”, conta. Ele lembra que a maior dificuldade foi a atitude dos adversários dentro da pista. “Bati de frente com pilotos experientes nas condições que eu enfrentei, cometi alguns erros e o sucesso não foi tão grande. Mesmo com alguns pódios, eu ainda não poderia me considerar maduro”, garante.

Mas com o passar das corridas, o titular da Jamun Racing naturalmente se adaptou ao estilo britânico e, aos poucos, foi se impondo e pôde mostrar todo o seu talento dentro do carro. Prova disso foi sua pole position no mítico circuito belga de Spa-Francorchamps e sua primeira vitória, no também muito conceituado autódromo de Brands Hatch. Nas últimas oito corridas, ele largou e se manteve sempre entre os três primeiros colocados. “Do meio do campeonato para frente eu consegui alcançar uma certa regularidade, sempre andando na frente. Acho que apresentei um pouco mais de maturidade também, chegando a liderar praticamente as últimas oito corridas”, lembra o piloto que já soma sete pódios na temporada.

Agora com uma maior maturidade e mais acostumado às corridas européias, Victor encara as três últimas etapas da temporada com excelentes perspectivas para seu futuro nas pistas do Velho Continente. “Com mais de seis meses de automobilismo europeu posso me dizer adaptado e esperando resultados bons por vir. Espero colher os frutos de tudo o que aprendi nessa temporada, que irá me servir por toda a minha carreira e principalmente nos meus dois próximos desafios: a rodada final da Fórmula Ford em Donington Park e o Festival Mundial em Brands Hatch”, completa o piloto da Unifenas/Cooparaiso/Flash Power.

A última rodada da competição acontece entre os dias 10 e 12 de outubro, em Donington Park. Já o Festival Mundial de Fórmula Ford, que reúne os granes nomes da categoria de todo o mundo, será realizada em Brands Hatch, entre os dias 17 e 19 de outubro.

Assim está o campeonato da Fórmula Ford Inglesa após 22 etapas:

1) Wayne Boyd (IRN), Mygale, 577
2) Tim Blanchard (AUS), Mygale, 541
3) Chris Maliepaard (HOL), Mygale, 405
4) Victor Corrêa (BRASIL), Mygale, 373
5) Linton Stuteley (ING), Mygale, 357
6) Marco Sorensen (DIN), Van Diemen, 327
7) Matt Hamilton (ING), Mygale, 321
8) Adrian Campfield (ING), Spectrum, 284
9) David Brown (ESC), Van Diemen, 249
10) James Cole (ING), Mygale, 229
11) Rogier De Wit (HOL), Mygale, 210
12) Westley Barber (ING), Comtec, 176
13) Philippe Layac (FRA), Mygale, 162
14) Garry Findlay (ING), Mygale, 134
15) Chrissy Palmer (ING), Ray, 117
16) Glen Wood (AUS), Spectrum, 112
17) Alex Jones (ING), Spectrum, 48
18) Matt Dobson (ING), Van Diemen, 29
19) Jamie Jardine (ING), Comtec, 24
19) Felix Scott (ING), Spirit, 24
21) Francisco Weiler (BRA), Comtec, 16
22) Adam Batch (ING), Ray, 14
23) Callum Holand (ING), Van Diemen, 6
24) Peter Daglish (ING), Ray, 5
25) Daniel Walker (ING), Ray, 0

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *