F-Ford Inglesa: Victor Corrêa vai competir na Inglaterra em 2008

Seguindo os mesmos passos dos campeões de Fórmula 1 Émerson Fittipaldi e Ayrton Senna, o mineiro Victor Corrêa (Unifenas/Flash Power) vai iniciar sua carreira no exterior ao ingressar na tradicional Fórmula Ford Britânica em 2008.

“Vou seguir a receita dos grandes campeões. Vou começar com uma base sólida, conhecendo muitos circuitos no país do automobilismo, preparando minha escalada rumo ao profissionalismo”, assegura o representante de Alfenas, sul de Minas Gerais. Em 2007, o brasileiro venceu com propriedade o Campeonato Paulista de Fórmula São Paulo, único certame de monopostos disputado regularmente no Brasil.

A boa performance de Victor Corrêa em 2007 despertou a atenção dos dirigentes da Jamun Racing, atual tricampeã da principal categoria-escola do automobilismo mundial, que no ano passado completou 40 anos de existência, que o convidaram para realizar teste no renomado Autódromo de Silverstone. Logo no primeiro contato com o carro e com a pista, o alfenense impressionou todos ao estabelecer em poucas voltas o novo recorde para o traçado National, um dos mais tradicionais do circuito. Victor agora é a grande aposta do time para substituir o também britânico Calum Macleod, atual campeão da categoria. “Ele testou conosco em condições que não eram as ideais e com muito talento terminou com um grande resultado. Nós desejamos que Victor seja o maior favorito ao título de campeão de 2008”, espera o chefe de equipe James Mundy. A Jamun Racing vai utilizar novamente o eficiente chassi francês Mygale, que a conduziu aos triunfos dos últimos três anos.

O caminho percorrido pelo representante da Unifenas/Flash Power é o mesmo trilhado por grandes brasileiros campeões da Fórmula 1, e que provou ao longo dos anos ser o mais adequado na formação de vencedores. O bicampeão Émerson Fittipaldi foi o pioneiro. Ele começou sua vitoriosa trajetória no Velho Continente em 1969, há quase 40 anos, justamente na Fórmula Ford Inglesa. Depois foi a vez de Ayrton Senna traçar os mesmos passos e levar o título em 1981, antes de se tornar uma das maiores lendas do automobilismo. Outros brasileiros, como Chico Serra, Maurício Gugelmin e Roberto Pupo Moreno, e tantos campeões mundiais, como os ingleses James Hunt, Nigel Mansell e Damon Hill, também começaram e venceram na categoria.

O brasileiro agora vai ter o desafio e a oportunidade de competir e conhecer os circuitos do país que é o berço do automobilismo. A Inglaterra é e sempre foi o principal centro das corridas de carro, desde que o esporte começou a se desenvolver e se profissionalizar após a II Guerra Mundial. Tanto que sete das onze equipes que atualmente disputam a Fórmula 1 estão sediadas na Terra da Rainha. “Eu tinha outras opções de categorias e até de países. No entanto, meu sonho é um dia chegar na Fórmula 1. Para isto, tenho que planejar bem minha carreira, dando os passos certos e na hora certa. Por isso, a Fórmula Ford inglesa será a minha plataforma de lançamento internacional”, explicou o piloto de apenas 17 anos de idade.

Na Fórmula Ford Britânica em 2008 vão competir 17 equipes com cerca de 25 carros no grid, e pilotos de nove países diferentes. A temporada de 2008 será composta por 25 corridas, todas televisionadas, em oito autódromos diferentes e sempre como preliminares de categorias internacionais como a A1GP e o Mundial de Turismo, ou da Fórmula 3 e o GT Britânico. O campeão ganha um teste na Fórmula 3 inglesa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *