F-São Paulo: Capixaba realiza sonho e vence pela primeira vez em Interlagos

Dieckle Icklis levou a melhor em um duelo arrepiante contra Amorim Júnior e faturou sua primeira vitória na categoria.

Há cinco anos o autódromo de Interlagos é responsável por revelar o campeão mundial de Fórmula 1 com o GP Brasil encerrando a temporada em três oportunidades. Nesse período, quatro pilotos diferentes – Fernando Alonso, Kimi Raikkonen, Lewis Hamilton e Jenson Button – realizaram nos 4.309 metros do circuito o sonho maior de todo jovem que inicia sua carreira no mundo da velocidade. A conquista deste final de semana, embora ainda seja apenas um dos primeiros passos, foi uma realização tão importante quanto as demais citadas para o capixaba Dieckle Icklis.

Na sua nona corrida pela Fórmula São Paulo – cuja nona etapa da temporada foi disputada no final de semana em Interlagos – Dieckle conquistou a primeira vitória na categoria depois de uma grande disputa contra o experiente Amorim Júnior. E destacou o objetivo conquistado. “Ganhar uma corrida em Interlagos é um sonho. Estou muito feliz por esse resultado”, vibrou. “Foi uma prova muito difícil, precisei ter muita calma para avaliar todas as manobras e escolher sempre a opção certa. Acho que ganhou quem errou menos”, avaliou o piloto de 22 anos de idade.

A disputa por ‘quem errava menos’ foi uma das mais intensas da temporada na Fórmula São Paulo. Pole-position, o paulista Amorim Júnior não conseguiu uma boa largada e caiu para a sexta colocação enquanto Dieckle, que saía ao seu lado na primeira fila, mantinha o segundo lugar atrás apenas de Felipe Forti. Mas com o abandono do líder poucas voltas depois, Dieckle assumiu a ponta enquanto Amorim Júnior recuperava terreno.

Quando os dois se encontraram na pista, Amorim se aproveitou do melhor desempenho nos trechos de reta para fazer a ultrapassagem. Porém, a partir da metade da corrida começou a sofrer com a queda de desempenho do seu carro e, consequentemente, os ataques de Icklis.

“Com temperaturas mais baixas, meu carro é muito rápido. Mas com muito calor, como aconteceu hoje, ele fica muito difícil de guiar”, contou Amorim Júnior. “É uma característica que meu carro já apresentou em outras etapas e ainda não descobrimos a causa”, completou. “Mas foi uma grande corrida. Uma disputa limpa e bonita com o Dieckle; e o segundo lugar fica como um grande resultado, já que garante o vice-campeonato”, avaliou Amorim Júnior que chegou pela sétima vez – em nove corridas –entre os três primeiros. Luiz Abbade, Thomaz Soubihe e Maurício Morenilla Júnior completaram os cinco primeiros. Destaque para Morenilla, que é o único piloto deficiente auditivo a participar do Campeonato Paulista de Velocidade no Asfalto – e fez a sua primeira corrida nos monopostos depois de ter disputado 10 provas na categoria Marcas e Pilotos entre 2008 e 2009.

A rodada que encerra a temporada da Fórmula São Paulo está marcada para o dia 13 de dezembro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *