F-São Paulo: Corridas agora serão aos sábados

Carioca Henrique Lambert gostou da mudança, mas acha que não deve ser definitiva.

A Fórmula São Paulo, única categoria de monopostos que compete regularmente no país, passará por uma mudança a partir da sétima etapa, que será disputada neste fim de semana (18 e 19/07) no Autódromo de Interlagos. As corridas deixam de acontecer aos domingos pela manhã e agora serão realizadas no sábado à tarde, algumas horas após o treino classificatório. “Acredito que essa mudança tem dois motivos básicos: a segurança dos pilotos e a visibilidade da categoria”, comenta o carioca Henrique Lambert (Body Nutry/VP2/Oktane/MTT/Iaconelli), líder do certame com 105 pontos ganhos.

Uma das alegações das equipes e pilotos para que a organização do campeonato alterasse o horário das provas da categoria é que em algumas ocasiões a pista não apresentava as condições ideais para a disputa das corridas. “Devido ao torneio de Arrancada que acontece na noite e madrugada de sábado, na véspera de nossas corridas, o autódromo por vezes amanhecia com óleo no asfalto e a pista molhada. Como éramos os primeiros a andar, muitas vezes não dava tempo de secar e tínhamos que correr com a pista suja e escorregadia”, explica Henrique Lambert.

Também devido ao antigo horário (09h00) de largada, o público que comparece nas etapas do Campeonato Paulista ainda não era tão presente durante as provas da Fórmula São Paulo. “Acho uma boa medida. O horário é mais convidativo. Sábado à tarde é bem melhor do que domingo bem cedo. Mas acho que essa etapa deve servir de laboratório para vermos como vai ser”, afirma o titular da Iaconelli Racing.

Lambert acredita que correndo no sábado à tarde, o aspecto técnico da categoria pode mudar um pouco, assim como uma possível dificuldade pela proximidade com a definição do grid. “Caso algum piloto tenha uma quebra durante a classificação, dependendo do problema, pode ficar de fora da prova. E é provável que os tempos da melhor volta da corrida subam, pois a pista fica pior à tarde. Mas só poderemos descobrir realmente quando andarmos aos sábados”, lembra o piloto da Body Nutry/VP2/Oktane/MTT/Iaconelli.

Apesar de ser favorável à medida, o piloto carioca pensa que ela ainda deve ser avaliada na prática antes de se tornar definitiva. “Acho que talvez devamos propor um rodízio de horário com outras categorias, para que seja algo justo. Acho que a medida é válida por visibilidade e segurança, mas não deve, ainda, ser definitiva”, finaliza.

Está é a programação para a sétima etapa da Fórmula São Paulo:

Sexta-feira, 18/07
08h00 – 08h40: Treino livre
12h50 – 13h30: Treino livre

Sábado, 19/07
09h40 – 10h05: Treino classificatório
14h30: Largada para a sétima etapa (18 voltas ou 35 minutos)


Confira a classificação do campeonato após 6 etapas:

1º) Henrique Lambert (Body Nutry/VP2/Oktane/MTT/Iaconelli), 105 pontos
2º) Felipe Leonardos (Opus/Massoni Racing), 68
3º) Thiago Armentano (Bar Seo Justino/Cards and Co), 60
4º) Raphael Abbate (Alpha Color/Bombril/Avery Dennison/Phebem), 45
5º) Leandro Florenzo (Souza Ramos/Dynamics/Alpie), 36
6º) José Amorim (Fiolux/Art Lux/Iaconelli), 24
7º) Michel Aboissa (Iaconelli Racing), 24
8º) Nilton Molina (Mongeral/Iaconelli), 20
9º) Arthur Gaggini (Poiano Lopes Contruções/Alpie Racing), 17
10º) Tiago Pinheiro (Bassan Motorsport), 12
11º) Jorge Calaça Neto (Pharmaervas), 4
12º) Salomão Soares (Investplan/Brasbank/Biscayne/Delphi), 3

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *