F1: 13º time terá de pagar cerca de R$ 42 milhões

Valor é para evitar entrada de equipes sem competitividade

Bernie Ecclestone, presidente da entidade detendora dos direitos comerciais da Fórmula 1, anunciou que a equipe que for escolhida como a 13ª no grid da categoria, precisará pagar uma quantia de aproximadamente R$ 42 milhões.

Esse valor foi estimado para que somente times que tenham uma base sólida possam ingressar no grid, evitando que ocorra o mesmo que houve com a USF1, que não teve condições de colocar um carro na pista.

– Dissemos a eles que se não puderem colocar 16 milhões de libras não os queremos. Se pensarem que não há jeito, então não devem se candidatar – afirmou Ecclestone, que se demonstrou descontente com o desempenho das novatas Virgin, Hispania e Lotus.

As principais equipes que estão disputando a vaga restante para a próxima temporada são: Cypher Group, Epsilon Euskadi, Stefan GP e Durango. Recentemente a ART, uma das favoritas, desistiu da disputa.

Fonte: LANCEPRESS!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *