F1: Alexander Rossi substitui Max Chilton na Bélgica

Por problemas financeiros, a equipe russa Marussia anunciou que o norte-americano Alexander Rossi irá substituir o britânico Max Chilton no GP da Bélgica, em Spa-Francorchamps.

Rossi foi recentemente contratado para ser piloto de testes da equipe, e segundo o anuncio da equipe a troca de pilotos é temporária. O principal motivo da substituição é financeiro, com a equipe e o piloto britânico discutindo questões contratuais.

O norte-americano Alexander Rossi tem 22 anos e nasceu na Califórnia. Ele tem passagens pela GP3 (quarto colocado em 2010), F-Renault 3.5 Series (terceiro colocado em 2011) e GP2 (tem uma vitória).

Chilton, de 23 anos, defende a Marussia desde o ano passado, e tem como melhor resultado um 13º.

Desde 2006/2007, quando Scott Speed defendeu a Toro Rosso, um norte-americano não disputa a F-1. Desde 1978, com Mário Andretti (Lotus) no GP da Holanda, um piloto do país não vence um GP de F-1.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *